Nós sabemos que você dorme no aeroporto

Não, você não é o único que já pensou em dormir no aeroporto seja por economia ou mesmo por necessidade devido aos horários do seu voo. Bem, você não está sozinho nessa, por isso, o Já Fez as Malas? preparou um manual com dicas e alertas para dormir no aeroporto. Não deixe de conferir no final da matéria os depoimentos de brasileiros que estão tirando sonecas por aí.

Quando vale a pena dormir em aeroporto

  • Você não conseguiu hospedagem por meio de CouchSurfing;
  • Você não quer/não pode gastar com hostel/hotel;
  • Serão apenas algumas horas até seu voo;
  • São muitas horas até o seu voo, mas você está preparado pra isso (com roupa de frio, saco de dormir, manta, comida, etc.);
  • Seu voo sai muito cedo do aeroporto em questão e é a melhor forma de não perder o voo.

Uma vez que estiver decidido que você vai dormir no aeroporto, pesquise antes sobre como chegar no local durante a noite e como é o aeroporto que você vai dormir: se há bancos, sofás, internet, tomadas, Wi-Fi, lugares para comer, etc. E não despreze os amigos! Com certeza se você perguntar para uma pessoa chegada ou mesmo em um desses grupos de viajantes alguém já vai ter dormido no aeroporto que você usará de caminha por algumas horas e vai poder te dar dicas sobre o local.

Alguns grupos do Facebook que podem te ajudar nessa pesquisa:

Grupo “Couchsurfing das mina” no Facebook
Grupo “Couchsurfing” no Facebook (em ingês)

O site Sleeping in Airports é especializado em mapear os aeroportos do mundo. Vale a pena conferir as dicas que há por lá!

Agora veja alguns dicas e alertas que cabe ficar atento antes de começar a aventura.

Dicas gerais

A arte de dormir mesmo de ponta cabeça
A arte de dormir mesmo de ponta cabeça. Foto: sleepinairports.com
  • Chegue cedo. Você pode dar sorte e ser o primeiro a chegar, ficando com o melhor spot ou ter azar e ser o último a chegar, ficando com o pior lugar possível;
  • Em geral, as áreas de desembarque são mais tranquilas que as de embarque, pois as pessoas ficam ali por menos tempo. Pode ser uma boa opção por isso;
  • Há aeroportos com áreas específicas pra quem vai dormir por lá. Pode não ser um hotel 5 estrelas, mas vão ser melhores que muitos bancos, e o que importa, de graça. Veja algumas;
  • Esteja preparado para o frio (estar bem agasalhado, ter cobertor, etc.), pois aeroportos normalmente são bem ventilados devido às grandes passagens de ar. É como ir ao cinema: leve casaco, pois pode ter ar condicionado!;
  • Leve algo que possa funcionar como um travesseiro: manta, toalha ou um casaco para apoiar a cabeça nos braços das cadeiras (caso não haja sofás) ou mesmo para colocar nas divisões dos bancos que podem atrapalhar a soneca;
  • Se informe antes se há cadeiras ou sofás confortáveis, se não, um saco de dormir pode ser útil;
  • Procure ficar perto de onde há banheiros, tomadas e onde o Wi-Fi funciona;
  • Leve um lanche para comer durante a noite ou coma assim que chegar no aeroporto, antes de se aconchegar por lá. Lembrando que se você levantar pode perder seu lugar perfeito para dormir para outro mochileiro.
  • Procure pela área mais silenciosa e quente do aeroporto. Não levante acampamento logo no primeiro lugar que achar se esse não for bom. Pode haver um espaço perfeito pra sonecas mais adiante e você ficou logo no pior sem saber;
  • Esteja com sua passagem aérea por perto caso algum segurança pergunte porque você está por ali a essa hora;
  • Tenha um plano B. Caso o aeroporto feche ou os seguranças não te deixem ficar por lá é importante saber o que fazer e pra onde pode ir até o horário do voo;
  • Evite ficar sozinho. É sempre mais seguro ficar por perto de outros mochileiros, afinal, eles estão na mesma situação que você e podem ajudar, além de ser bom para fazer amizades.

[su_quote cite=”Ana Mello“]Dublin: o melhor aeroporto para se dormir![/su_quote]

Alertas gerais

O importe é dormir...
O importante é dormir… Foto: sleepinairports.com
  • Um olho no peixe outro no gato. Sim, é preciso dormir, mas sem relaxar 100%. Fique atento aos seus pertences. Documentos e dinheiro devem estar próximos ao corpo (uma pochete/doleira pode ser muito útil).
  • Guarde todos os seus objetos dentro da mochila, feche com cadeado e durma de forma que possa ficar abraçado a ela durante a noite toda;
  • Coloque um ou vários alarmes para acordar, incluindo na hora que deverá partir para o check-in;
  • Não beba muitos líquidos antes da soneca no aeroporto. Isso vai significar muitas idas ao banheiro e aí você vai ter que pensar o que fazer com suas coisas: deixar com desconhecidos ou levar tudo para o banheiro e depois se ajeitar de novo em outro canto, caso alguém já tenha ocupado o seu? Caso confie em deixar com algum estranho, por mais boa praça que a pessoa pareça, leve seus documentos, passagem, dinheiro e eletrônicos com você. Nunca se sabe…

Veja os 10 melhores aeroportos para dormir segundo o ranking do site Sleeping in Airports

[su_slider source=”media: 667, 657, 665, 660, 661, 666, 662, 659, 663, 664″ target=”blank”]

“TAMO JUNTO!”

[su_box title=”Já dormiu em aeroporto?”]O Já fez as malas? recolheu alguns depoimentos de d̶o̶r̶m̶i̶n̶h̶o̶c̶o̶s̶ brasileiros sobre as noites dormidas nos aeroportos no exterior. E queremos mais! Envie seu depoimento com nome, aeroportos que dormiu e as dicas e alertas sobre cada um deles para [email protected][/su_box]

[button color=”black” size=”normal” alignment=”none” rel=”follow” openin=”samewindow” url=”mailto: [email protected]”]Enviar meu depoimento[/button]

CONFIRA O QUE OS DORMINHOCOS BRASILEIROS DISSERAM

Legendas:
As dicas estão marcadas por 🙂
Os alertas estão marcados por o.O

Dorminhoca: Camila Carvalho

Já dormiu em: aeroporto de Bérgamo (Itália) e no aeroporto do Porto (Portugal).
😉 No aeroporto do Porto avisa que até apagam a luz e dão boa noite. Além de haver tomadas.
o.O Informa que por volta das 5 am mandaram levantar dos bancos no aeroporto de Bérgamo, além de fazer frio e estar muito cheio.

Dorminhoco: Patrick Gobetti

Já dormiu em: aeroporto de Hamburg (Alemanha), aeroporto de Estocolmo (Suécia), aeroporto de Tallin (Estônia).
😉 Informa que o aeroporto de Hamburg é bom pra dormir, ninguém passa para acordar, mas aconselha levar venda pra dormir devido à claridade. Há internet grátis de algumas lojas ali por perto, mas tem que dormir no chão, pois os bancos têm divisórias.
😉 No aeroporto de Estocolmo avisa que tem bancos grandes e sem divisórias.
😉 No aeroporto de Tallin informa ter poltronas confortáveis, mas não muitas. Ficam perto do check-in.

Dorminhoca: Janne Alves de Souza

Já dormiu em: aeroporto de Madrid-Barajas (Espanha).
😉 Em fevereiro, pleno inverno, passou a noite no aeroporto de Madrid e só encontrou umas 3 pessoas dormindo por lá (no chão e nas cadeiras de plástico).

Dorminhoca: Melissa Assis

Já dormiu em: London Stansted (Lonres) e Oslo Rygge (Noruega)
😉 Segundo a Melissa, no London Stansted osbancos bons para dormir e locais com tomada são ocupados cedo, antes das 22:00, o que resta depois é o chão. Tem loja de conveniência 24 horas e a maioria dos restaurantes abrem cedo e fecham tarde. É sempre muito movimentado durante a noite, cuide de seus pertences. Várias opções de shuttle para cidade, recomendo o EasyBus, é o mais barato e tem parada em dois ponto centrais.
😉 Já no Oslo Rygge, tem apenas uma loja de conveniência bem cara que fecha cedo, por isso recomenda comprar comida na cidade antes de ir. Tem bancos disponíveis para dormir e tomadas. O shuttle do aeroporto tem horários de conexão com os voos do dia, então ele geralmente para de rodar entre 22:00 e 04:00.

Dorminhoca: Bárbara Vale

Já dormiu em: aeroporto de Barcelona (Espanha), Madrid (Espanha), Roma (Itália).
😉 Levar canga ou toalha para deitar e se couber na mala até mesmo um cobertorzinho.
😉 Procurar onde há outros mochileiros dormindo.
😉 Colocar os documentos importantes da doleira (pochete) e dormir abraçado com os pertences.
o.O Faz muito frio! Não esqueça por nada de ter algo com que possa se aquecer.

sleeping_cool_nice_window_beautiful_desktop-hd-wallpaper-446342
ZZzzzZZZzzz

Dorminhoca: Ana Mello

Já dormiu em: na Victoria Coach Station (Londres), aeroporto de Bremen (Alemanha), aeroporto de Dublin (Irlanda), aeroporto de Stansted (Inglaterra), aeroporto de Copenhagen (Dinamarca).
😉 Ela informa que o aeroporto de Bremen fecha cedo, mas se falar com os seguranças e tiver passagem consegue entrar. Há muitas cadeiras para se esticar e dormir tranquilamente. O ruim é que o Wi-Fi não é liberado 24 horas.
😉 Ela acha o aeroporto de Dublin o “o melhor aeroporto para se dormir”, sendo a área de Mc Donald’s a melhor. Tem sofás confortáveis, banheiros, tomadas e Wi-Fi o dia todo. Há lugar para ficar em saco de dormir também.
😉 A Ana disse que dorme no aeroporto de Stansted quase em todas as viagens e que lá é bem lotado durante a noite. Se a security area já tiver fechada (onde há sofás no sentido dos portões 40-50), ela indica a zona F, onde ficam os guichês da Ryanair, onde é menos fria, tem tomada e 1h de Wi-Fi.
😉 No aeroporto de Copenhagen ela informa que apenas a área de desembarque fica aberta, onde há bancos e sofás que dá pra dormir. Os banheiros são no piso -1 e há Wi-Fi 24h.
o.O Não recomenda ninguém a dormir na Victoria Coach Station, por ser muito frio, haver “pessoas estranhas circulando ao redor”, não ter tomadas (só máquinas onde se paga para carregar os aparelhos eletrônicos) e os banheiros fecharem (aí já viu, “titi” e “toto” não vão rolar). Ela também informa que só há cadeiras de ferro e com separadores, sendo a área da bilheteria a mais quente e “menos pior”.

Dorminhoca: Bethânia Rezek

Já dormiu em: aeroportos de Manchester (Inglaterra), London Gatwick (Inglaterra), Lisboa (Portugal), Porto (Portugal), Barcelona (Espanha), Atenas (Grécia) e London Stansted (Inglaterra).
😉 No aeroporto de Manchester dormiu chão, passou frio, mas a área era silenciosa. Ela avisa que perto do check-in há bancos (mas quando ela foi estavam ocupados).
😉 No aeroporto de Gatwick dormiu bem, na área de desembarque (cadeiras almofadadas e não têm divisão). Com banheiro perto e caixa eletrônico. Na área de embarque alerta que é barulhenta e sempre há anúncios nos alto falantes.
😉 Já dormiu duas vezes no aeroporto de Lisboa e aconselha o lounge onde há dois sofás grandes e outros menores, além de cadeiras almofadadas e banquinhos.
😉 No aeroporto do Porto informa que os bancos são de metal e o problema é o frio. Aconselha a área de embarque por ser silenciosa e não ter muitos voos de madrugada.
😉 Ela não teve uma experiência muito bacana no aeroporto de Barcelona. Avisa que os bancos são de metal, o pessoal da limpeza passa constantemente e os guardinhas pedem para mostrar a passagem. 😉 No aeroporto de Atenas ela dormiu do Mc Donald’s, nos sofás que informa ter por lá. Aconselha chegar cedo, pois muita gente dorme no aeroporto.
😉 No aeroporto de Stansted a Bethânia ficou apenas durante o dia, mas notou que todas as poltronas são almofadadas e sem separação.
o.O Ela faz um alerta pra ter cuidado com os bedbugs (percevejos!) pelos aeroportos
o.O Especial atenção para as mulheres, pois informa haver um pessoal de olho nas que dormem sozinha para tentar qualquer coisa não agradável… fiquem espertas!

Mini Motel
O “Mini Motel” da Fiber Instrument Sales Inc. Dizem que cabem 2 pessoas e o dono da empresa foi demonstrar como vale a pena comprar…

Dorminhoca: Ana Paola Siri

Já dormiu em: aeroporto de Stansted (Londres), aeroporto de Manchester (Inglaterra).
o.O Avisa que no aeroporto de Stansted não tem cadeiras para dormir, tem que ser no chão e é bem frio, além dos funcionários acordarem muitas vezes. O portão de embarque abre às 4am.
o.O No aeroporto de Manchester ela avisa que há poucas opções pra comer e há alguns bancos que dá pra dormir. Alerta que é muito frio.

Dorminhoca: Lenise Knöner

Já dormiu em: em aeroportos nos Estados Unidos e na Europa
😉 Nos Estados Unidos ela informa nunca ter tipo problema nenhum, independente da hora, por sempre ter achado lugares pra dormir, ser seguro, ter internet, tomada e até entrada USB.
Alertas:
o.O Na Europa alerta apenas para a segurança, pois num simples descuido alguém mal intencionado pode levar algum dos seus pertences. Aconteceu com uma amiga dela no aeroporto de Madrid.

1943, Chicago, Illinois
Dormindo com classe. Com licença, obrigada.

Dorminhoca: Bruna Braz

Já dormiu em: aeroporto de Leeds (Inglaterra), Londres-Luthon (Inglaterra), Estocolmo (Suécia), Dublin (Irlanda).
😉 No aeroporto de Leeds foi dormir no aeroporto depois de um festival, por isso teve dificuldades em encontrar um lugar vazio pra dormir.
😉 No aeroporto de Londres-Luthon ela informa que se pode dormir até às 5 da manhã, quando os seguranças passam acordando o pessoal pra entrar nas filas. Dormiu no chão no saco de dormir perto de outros 15 desconhecidos que estavam fazendo o mesmo.
😉 Tentou dormir na área de desembarque no aeroporto de Estocolmo, por ser confortável e segura… mas os seguranças não deixaram. Encontrou um lounge na entrada do aeroporto onde há sofás e tomadas e foi ali que ficou durante a noite.
😉 Em Londres ela já se aventurou nas estações de trem King’s Cross (a do Harry Potter, que fecha 1h da manhã) e na St. Pancras, que é internacional e por isso fica aberta (alerta que é muito frio e há limpeza durante a madrugada). Já no aeroporto de Stansted disse que dormiu confortavelmente em uns bancos compridos e não foi incomodada. No aeroporto de Gatwick afirma ser o “melhor lugar” pelos sofás “ma-ra-vi-lho-sos”, quentes e com tomada em todos os cantos.

Dorminhoco: Celso Torres

Já domiu em: Aeroporto de Zurique, 2014

😉 Fazia estagio doutoral na cidade de Lyon – França em 2014. Fui apresentar um artigo em Inglês em um congresso internacional na cidade de Atenas – capital da Grécia. Tanto na ida quando na volta fazia conexão em Zurique. Na ida tudo bem, fiquei em um albergue bem no centro da cidade, mas na volta de Atenas nao fiquei mais no albergue e dormi no aeroporto de Zurique. Foi muito legal, tem uma área interna que vc dorme em cima de uns bancos com total segurança e tem banheiros e aquelas maquinas de café e de Salgadinhos e doces que funciona com moedas. Muito bom mesmo. Isso foi no dia 14/05/2014 em Zurique. Cidade limpa e muito segura. quero voltar outra vez lá. Atualmente moro em Manaus – AM

Confira abaixo os 25 aeroportos mais visitados na Europa segundo o site Sleeping in Airports: 

  1. Paris Charles de Gaulle
  2. London Heathrow
  3. Amsterdam
  4. Frankfurt
  5. London Stansted
  6. Moscow Sheremetyevo
  7. Rome Fiumicino
  8. London Gatwick
  9. Madrid Barajas
  10. Istanbul Ataturk
  11. Munich
  12. Barcelona El Prat
  13. Oslo Gardermoen
  14. Athens
  15. Helsinki
  16. Copenhagen
  17. Milan Malpensa
  18. Bergamo Orio al Serio
  19. Zurich
  20. Keflavik
  21. Dublin
  22. Paris Beauvais
  23. Brussels Charleroi
  24. Vienna
  25. Geneva

Agora vamos começar a preparar as dicas e alertas para dormir em estações de trem no exterior. Já dormiu em alguma? Envie para a gente no [email protected]

 

[highlight ]Você também pode se interessar por:[/highlight]


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem