Pessoal, estou aqui para fazer meu relatório pessoal do Zarpo, pois muitas pessoas me perguntam. Me sinto bastante confiante porque já fiz duas viagens internacionais com o site, e sou consumidora assídua, ou seja, não havia escolhido os lugares anteriormente, apenas fui porque os pacotes me convenceram por motivos distintos. Meus amigos costumam até brincar que sei todos os pacotes de cor e salteado, já que estou sempre dando uma checada no site.

O objetivo desse artigo é relatar um pouco sobre as experiências que tive e ajudar alguém que esteja em dúvida em relação ao serviço. Antes de mais nada, vale esclarecer que o Zarpo é um site que vende viagens mediante indicação ou cadastro, sejam elas nacionais ou internacionais. No âmbito internacional, que é o que conheço com mais propriedade, eles têm uma proposta de vender pacotes fechados que incluem o aéreo e o hotel, e, em alguns pacotes, algo mais como transfer, por exemplo, ou até um passeio ou outro (não foi o meu caso). Basicamente a ideia é que seja algo pronto e fácil, que não existam mais taxas, mais problemas a se revolver.

Como funciona o Zarpo

Uma vez comprado o pacote, tanto os vôos como o hotel serão entregues via voucher e você apresentará esses comprovativos no aeroporto e no hotel. Comigo, nunca deu nenhum tipo de problema. De fato, o prometido foi entregue.

O bacana do site é que ao lado dos detalhes do pacote existe um calendário que mostra os preços em cada data, ou seja, em uma semana aquele pacote pode custar x, e na semana seguinte, 3x. Claro que isso varia por fatores como clima, companhia aérea, disponibilidade de hotéis e etc, mas é uma forma bem clara de se pesquisar. O preço laranja sempre será a “melhor tarifa”, ou seja, o preço anunciado é o mais barato para a época. Os demais dias, em azul, também estão disponíveis para compra, mas não nos mesmos preços (exemplo abaixo). Os preços são calculados e alterados sempre, motivo pelo qual você não pode esperar muito para comprar se gostar de alguma oferta.

Página do Zarpo Viagens

Também há a possibilidade (pouco divulgada) de você customizar seu pacote. Por exemplo, se você gostar de uma opção, mas achar que o valor ficou muito acima, você pode conversar com o Zarpo para que eles tentem orçar um hotel menos luxuoso. Com essa mudança, pode ser que haja uma significativa alteração no valor do pacote.

A voz da experiência

Minha primeira experiência foi em Cartagena, Colômbia, em 2016. Fomos extremamente bem atendidos no hotel e, inclusive, esse é um procedimento do Zarpo, eles costumam colocar nos pacotes hotéis de primeira e bem localizados, o que não é exagero, óbvio, de acordo com a minha experiência pessoal. O pacote não existe mais no site, mas ainda há outros pacotes com a cidade como opção.

Optamos por adicionar uma diária a mais no pacote e conseguimos mediante pagamento. Esse é outro ponto bem bacana. Você pode acrescentar ou tirar diárias, tudo mediante uma consulta. Eles orçam e te mandam por email, como uma agência de fato. Na época, eu e meu namorado achamos interessante o valor de uma diária e conseguimos alterar o vôo sem grandes problemas e sem grandes taxas, motivo pelo qual deu tudo certo e recomendamos fortemente tanto o destino como o hotel até hoje.

Na minha segunda experiência, em 2017 para Bariloche, Argentina, as coisas foram um pouco diferentes: uma vez comprado o pacote, pude negociar os vôos com o pessoal do Zarpo de acordo com o seu gosto pessoal, por exemplo, fizemos uma escala de horas de madrugada em Buenos Aires para poder ficar um pouco mais em Bariloche e foi ok para nós, pois éramos apenas eu e meu namorado. Um casal com um bebê, por exemplo, provavelmente não optaria por isso. Tudo é feito mediante sua consulta prévia + disponibilidade, ou seja, você e o agente que está lhe atendendo montam juntos a ida, a conexão e a volta, na medida do possível.

Na época, nosso vôo ainda foi cancelado e tivemos um pouco de dor de cabeça para remanejar sem problemas, e novamente o Zarpo surgiu oferecendo que ficássemos mais uma noite em Buenos Aires. Prontificou-se para orçar hotéis, outros vôos (o que não foi possível infelizmente), sempre dando opções e nunca um único caminho para que modelássemos a viagem da maneira que gostamos.

Um ponto que me desagradou um pouco nessa viagem foi uma pequena taxa que foi cobrada neste hotel, e que era nova na cidade, segundo a gerência. O hotel era de fato maravilhoso e tinha uma ótima localização, um dos mais legais que já fiquei, mas a taxa não era esperada. Geralmente, todas as taxas da viagem já estão inclusas no pacote e isso é muito vantajoso (mas tome sempre cuidado em ler todas as condições antes de pagar).

Sobre o pagamento, é interessante destacar que ele pode ser feito de forma parcelada, com juros, sem juros, dividido entre mais pessoas, tudo isso é conversável e vale a pena entrar em contato pelo telefone. Existem preços diferentes para pacotes com crianças e de acordo com a logística dos quartos.

Particularmente, o que mais me impressiona e o que eu mais gosto no Zarpo no geral é o atendimento. Desde o chat no site até o realizado via telefone, tudo é feito de maneira bem particular. Você não fala com máquinas, é algo extremamente personalizado. Eles sabem com quem estão falando, o que está pendente e fazem o possível para resolver.

Considerando que é um pacote fechado, acho que o site vale a pena, lógico, sempre fazendo comparações com outros sites/agencias/orçando particularmente antes de fechar, principalmente no que se refere ao preço que varia muito e muitas vezes compensa, e outras vezes não compensa. Pesquisar tudo também faz parte da viagem.

Por isso, costumo indicar para meus amigos, mas sempre recomendo também que leiam todas as condições do pacote, confirmem por outras fontes (costumo checar o hotel no TripAdvisor sempre que vou viajar para não criar falsas expectativas), verifiquem o pagamento, observem o que está incluso de fato, como funciona a pensão (alimentação) e, principalmente, reiterem todos os pedidos feitos além do pacote por e-mail para que tudo fique registrado – o tipo de recomendação padrão que uma advogada faria.

Quem tiver interesse, pode acessar o link do convite aqui.

Espero que gostem e estou à disposição no que eu puder e souber ajudar!

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Renata Benedetti. Siga também o Instagram da Renata.

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png”]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]

 

Sobre o Autor

Renata Benedetti

Advogada por formação, escritora por hobby e curiosa por instinto. Apaixonada por conhecer lugares e contar histórias. Sonhadora empenhada em desbravar os segredos do mundo.

Artigos Relacionados