Como já explicamos no post sobre o visto australiano (turista, estudante e trabalhador), o processo é bastante burocrático e leva tempo para ser concluído. Portanto, se o seu objetivo é estudar na Austrália, prepare-se desde já e comece a recolher a documentação necessária. A embaixada aconselha que o visto não seja solicitado com mais de três meses de antecedência com relação ao início das aulas.

O país está na lista entre os mais complicados para emissão de visto e, existem diversos tipos e concessões para os estudos na terra dos cangurus. Neste artigo tentaremos explicar um pouco sobre cada um destes tipos, quando é permitido trabalhar e estudar na Austrália e o custo médio para se manter durante os estudos no país.

Tipos de visto para estudar na Austrália

Para começar, o visto só é concedido ao estudante, caso o mesmo deseje participar de um curso que seja registrado pelo governo. Ou seja, a instituição pretendida precisa estar classificada/registrada no Commonwealth Register of Institutions and Courses for Overseas Students (confira a lista aqui).

Os vistos australianos abrangem desde estudos em escolas primárias, cursos de inglês, ensino superior (graduação, pós, mestrado e doutorado) a, inclusive, cursos que não emitem certificado australiano de estudo. Para saber qual é a subclasse específica para o seu estudo consulte a versão em português ou em inglês.

O primeiro passo para solicitação do visto é a submissão do formulário 570-575 na plataforma IMMI. A partir daí é preciso optar por um dos seus tipos diferentes de concessão para estudar na Austrália:

  • English Language Study Visa (subclasse 570)
  • School Student Visa (subclasse 571)
  • Vocational Training Student Visa (subclass 572)
  • Higher Education Student Visa (subclasse 573)
  • Post-Graduate Student Visa (subclasse 574)
  • Non-Award Student Visa (subclasse 575)

Acrescenta-se ainda neste outros dois de visto para estudar na Autrália, que não são tão comuns, mas que valem a pena serem citados:

  • Foreign Affairs os Defence Sectos (subclasse 576) – visto para estudantes patrocinado pelo
    Departamento de Relações Exteriores e Comércio ou pelo Departamento de Defesa.
  • Guardian Visa (subclasse 580) – visto para ser guardião de um estudante menos de 18 anos de idade
    (e que tenha um visto de estudante) ou para aqueles que, em circuntâncias especiais, mesmo com mais de 18 anos, precisam de algum tipo de apoio (como alojamento, bem-estar e até mesmo cuidados – como no caso de portadores de deficiência).

Antes de explicarmos sobre cada um destes vistos para estudar na Austrália, falaremos sobre os documentos básicos que devem ser enviados:

  • Documento de confirmação de matrícula emitido pela instituição de ensino na Austrália e o Departamento de Educação;
  • Seguro Obrigatório de Saúde (OSHC) para todo período de estadia (consulte aqui as seguradoras que
    oferecem esse tipo de documento);
  • Cópia autenticada do histórico escolar e respectivos diplomas de conclusão de cursos;
  • Comprovante de acesso (bolsas) e/ou recursos financeiros (extratos bancários, contas de poupança ou fundos de investimento financeiros dos últimos três
    meses);

Para todo e qualquer visto para estudar na Austrália é obrigatório ter/comprovar sistemas adequados de acomodação/alojamento; suporte e bem-estar de forma geral. Ou seja, condições básicas para morar no país durante o período de estudos.

1. English Language Study Visa (subclasse 570)

Este é o tipo de visto concedido para aqueles que desejam fazer um curso independente e de tempo integral de Inglês, certificado pelo ELICOS – English Language Intensive Course for Overseas Students. Ou seja, corresponde a um Curso Intensivo de Língua Inglesa para Estudantes Estrangeiros.

Pré-requisitos/documentos: estar matriculado em um curso de inglês registrado no país; tem o nível de inglês adequado para o curso; ter rendimentos financeiros para se sustentar durante o período e seguro de saúde com cobertura durante toda a temporada no país.

Avaliação: veja aqui para saber se você é um candidato elegível.

Permissões: este visto permite que o estudante trabalhe por no máximo 20 horas semanais durante o curso.

Custo do Visto: a partir de $ 960 (acima dos 18 anos) e $ 685 (abaixo dos 18 anos).

2. School Student Visa (subclasse 571)

Este visto é para estudar na Austrália em tempo integral, em escolas primárias, secundárias ou em programas de intercâmbio secundários que sejam aprovados pelo Ministério da Educação ou pela autoridade de Estado ou território administrador do programa.

Pré-requisitos/documentos: ter autorização dos pais; estar matriculado em uma escola primária ou secundária (ou participando de um programa de intercâmbio de ensino médio); Neste caso é preciso comprovar a habilidade com a língua inglesa ou fazer um curso de até 50 semanas para tal no país. Para os menores de 18 anos há uma
concessão especial (veja aqui).

Avaliação: clique aqui para saber se você é um candidato elegível.

Permissões: membros elegíveis da família podem acompanhá-lo para a Austrália e os mesmos são autorizados a trabalharem por até 40 horas quinzenais a partir do momento que o estudante iniciar o curso.

Custo do Visto: a partir de $ 960 (acima dos 18 anos) e $ 685 (abaixo dos 18 anos).

3. Vocational Training Student Visa (subclasse 572)

Trata-se do visto para estudar na Austrália a tempo integral cursos de formação e ensino profissionalizante. Abrange-se aqui aqueles cursos que emitem Certificados I, II, III ou IV (com exceção dos ELICOS); Diploma; Diploma Avançado; Certificado de Graduação e Diploma de Graduação.

Pré-requisitos/documentos: é preciso estar matriculado como estudante em um destes tipos de cursos de educação e formação profissional ou para atribuição de diploma avançado (todos devem ser certificados pelo país). É preciso comprovar o nível de inglês (adequado ao curso).

Avaliação: clique aqui para saber se você é um candidato elegível.

Permissões: este visto permite que o estudante trabalhe por no máximo 20 horas semanais durante o curso.

Custo do Visto: a partir de $ 960 (acima dos 18 anos) e $ 685 (abaixo dos 18 anos).

4. Higher Education Student Visa (subclasse 573)

Permite estudar na Austrália em tempo integral um curso de ensino superior, desde que a instituição seja registrada. São 38 Universidades financiadas pelo Governo e 2 particulares, sendo algumas delas reconhecidas internacionalmente pela qualidade do ensino.

Pré-requisitos/documentos: é preciso estar matriculado para estudar com a finalidade de obtenção de diploma avançado, pós graduação, licenciatura/bacharelado ou mestrado. É preciso comprovar o nível de inglês (adequado ao curso).

Avaliação: clique aqui para saber se você é um candidato elegível.

Permissões: este visto permite que o estudante trabalhe por no máximo 20 horas semanais durante o curso.

Custo do Visto: a partir de $ 960 (acima dos 18 anos) e $ 685 (abaixo dos 18 anos).

5. Post-Graduate Student Visa (subclasse 574)

Este visto para Estudar na Austrália é direcionado àqueles que farão um Mestrado de Pesquisa ou Doutorado em uma das instituições registradas.

Pré-requisitos/documentos: estar matriculado no curso de investigação social (mestrado ou doutorado) e comprovar o nível de inglês (adequado ao curso).

Avaliação: clique aqui para saber se você é um candidato elegível.

Permissões: este visto permite que o estudante trabalhe sem limites de horas a partir do momento que iniciar o curso. Porém, em caso de ter-se matriculado em um curso preliminar (de inglês, por exemplo) só é permitido o trabalho durante 20 horas semanais.

Custo do Visto: a partir de $ 550.

6. Non-Award Student Visa (subclasse 575)

Este é o outro tipo de visto mais procurado por quem deseja estudar na Austrália a partir de um programa de intercâmbio (que não ofereça certificados, diplomas ou qualquer tipo de grau australiano, também chamados de prêmios). Aqui não se inclui cursos ELICOS.

Pré-requisitos/documentos: estar matriculado em um curso non-award (não prêmio, como citado acima) e comprovar o nível de inglês (adequado ao curso).

Avaliação: clique aqui para saber se você é um candidato elegível

Permissões: este visto permite que o estudante trabalhe por no máximo 20 horas semanais durante o curso.

Custo do Visto: a partir de $ 960 (acima dos 18 anos) e $ 685 (abaixo dos 18 anos).

No caso dos estudantes que já são casados é concedido ao parceiro a possibilidade de estudar na Austrália por até três meses em uma das instituições registradas/certificadas. Acima deste prazo é necessário solicitar um dos tipos de vistos acima.

Custo de vida da Austrália

As principais cidades procuradas para quem quer estudar na Austrália são Brisbane, Gold Coast, Melbourne e Sydney. A partir da escolha da cidade, é preciso considerar seu estilo de vida, desde o tipo de moradia (estudantil, casa partilhada, no centro ou nos arredores); o estilo da alimentação e opções como pagar o transporte mensal ou se locomover a pé ou de bicicleta, dependendo das condições e distância é claro.

Para se ter uma ideia, viver em Gold Coast fica cerca de 21,5% mais barato do que viver em Sydney, assim como é 8,4% mais barato do que viver em Brisbane e 7% mais barato do que viver em Melbourne. Isto considerando o custo total, incluindo despesas básicas de moradia, transporte e alimentação.

De acordo com o Numbeo e preços médios das Universidades e cursos de inglês no país, o valor médio mensal de gastos é:

  • Estudos: cerca de $ 1.250
  • Moradia e Contas: cerca de $ 1.500
  • Alimentação: cerca de $ 200
  • Transporte: cerca de $ 120

Total: cerca de $ 3.070 mensais

Para que você possa ter uma noção, mais detalhada e de acordo com os seus parâmetros de vida, consulte o site Numbeo e veja quais são os custos de acordo com a cidade em que pretende estudar na Austrália. Aproveite também para ver todas as informações sobre o custo de vida para fazer intercâmbio em Gold Coast.

 

Veja também:

Sobre o Autor

Redação

O Já Fez as Malas? é feito por e para brasileiros apaixonados por conhecer outras culturas, viagem, gastronomia e para quem sonha em morar fora.

Artigos Relacionados