Os 10 melhores países para viver e trabalhar por conta própria

Uma das primeiras coisas que se leva em consideração quando se cogita em mudar para outro país é a facilidade de encontrar emprego. Nem sempre é fácil, a maioria precisa deixar de trabalhar na área de formação, sair da zona de confort para garantir um salário certo todos os meses. E quem prefere ser freelancer e/ou conduzir o seu próprio negócio, como fica? De acordo com o mais recente estudo do site Focus by Expert Market, há países que reúnem ótimas condições para empreendedores e trabalhadores independentes.

Melhores países para viver e ser freelancer em 2018

O estudo, divulgado no fim de fevereiro, analisou 57 países em 8 aspectos que influenciam diretamente na vida daqueles que decidem ser os seus próprios chefes: custo de vida, velocidade média da internet, qualidade do sistema de transportes, número de locais com wifi gratuito, preço de uma xícara de café, taxas de imposto de renda individual, facilidade de iniciar um negócio e de conseguir crédito para o mesmo.

Confira abaixo a lista dos 10 países mais propícios para, quem sabe, colocar em prática o seu plano de trabalhar por conta própria.

1- Hong Kong
2- Estados Unidos
3- Coreia do Sul
4- Emirados Árabes
5- Reino Unido
6- Espanha
7-Nova Zelândia
8- Estônia
9- Bulgária
10- República Tcheca

De acordo com o relatório apresentado pelo Expert Market, Hong Kong está no topo da lista por todas razões e mais algumas. Além de ter a melhor rede de transporte do mundo, segundo o Fórum Econômico Mundial, o país conta com baixas taxas de imposto, cerca de 15%, e um sistema que facilita o crédito.

Não é novidade que os países da Europa do Leste possuem um baixo custo de vida. No entanto, não existia uma comprovação de que fossem também bons destinos para negócios. Até hoje. Estônia, Bulgária e República Tcheca, que ocupam respectivamente 8º, 9º e 10º lugares do ranking, também são excelentes apostas para expatriados que querem trabalhar por conta própria.

O outro lado da moeda

Como nem tudo são notícias boas, o estudo mostra também os países que podem deixar a vida de freelancers e empreendedores mais complicada. Transportes caros e ineficazes, internet lenta e a dificuldade de conseguir crédito são os maiores desafios que enfrentarão aqueles que decidirem migrar para os seguintes locais:

1- Uruguai
2- Argentina
3- Israel
4- Filipinas
5- Equador
6- Eslovênia
7- Costa Rica
8- Irlanda
9- Bélgica
10- Peru

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com