Os 7 melhores vinhos portugueses que custam menos de 2€

Falar dos vinhos portugueses é, sem dúvida, pensar em qualidade, requinte e sabor. A tradição da bebida na terrinha é tão forte que existem rótulos para todos os bolsos e gostos. É possível voltar do supermercado com uma boa garrafa sem gastar mais do que umas moedas.

Conhecendo alguns dos melhores vinhos portugueses que custam menos de 2€, a escolha mais difícil talvez seja entre os tintos e os brancos. O orçamento certamente não será um impedimento na hora de levar para casa uma das coisas que o país melhor produz e exporta.

Vinhos de Portugal por até 2€

Para acompanhar uma refeição mais leve, um aperitivo, beber com os amigos, com a família ou sozinho, não importa. Um vinho cai sempre bem e o importante é saber harmonizar. Confira abaixo uma seleção de rótulos bons e baratos, produzidos em diferentes regiões portuguesas, e que não decepcionam o paladar mais exigente. A lista foi feita com base nas escolhas da Revista de Vinhos – A Essência do Vinho e do site português NiT.

Fazendas Perdidas (1,39€)

Para abrir a seleção, nada como um tinto da região do Tejo de 2011. O Fazendas Perdidas conta com 13% de álcool e é produzido pela Quinta da Alorna através das variedades Trincadeira, Castelão e Tinta Miúda. O paladar é suave, ligeiramente adocicado. O rótulo é exclusividade da Rede Auchan, dona do supermercado Jumbo em Portugal.

Fonte do Nico Branco (1,79€)

Da Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, vem o Fonte do Nico Branco, uma bebida intensa, frutada e fresca, de acordo com as informações do produtor. O teor de álcool fica pelos 12% e as melhores combinações são com peixes, saladas e mariscos. Com o mesmo rótulo, também é possível encontrar as variedades Rosé e Tinto.

Anta de Pias Tinto (1,89€)

Produzido em Mértola, uma vila localizada no Distrito de Beja, o Anta de Pias é um tinto leva o nome em homenagem a um ponto de interesse local. É bastante suave e combina muito bem com carne de aves.

Galitos Branco (1,89€)

Um vinho branco leve com aroma a frutos tropicais dificilmente tem como dar errado. O Galitos, produzido em 2016 na região do Alentejo, vai bem com peixes e mariscos. O sabor é equilibrado, tal como a acidez, e o teor alcoolico fica nos 13%. A orientação é que seja consumido entre os 10ºC e os 13ºC.

Torre de Ferro (1,95€)

De acordo com a Revista dos Vinhos, o Torre de Ferro, encontrado também na variação Dão, tem “uma matriz cromática que impressiona”. Data de 2014 e é comercializado exclusivamente pela rede de supermercados Lidl por um preço inacreditável, considerando a qualidade do produto.

Real Lavrador Tinto (1,99€)

Outro representante alentejano de peso é o Real Lavrador Tinto, que pode ser encontrado por menos de 2€ nas principais superfícies comerciais. A bebida, que combina bem com carnes vermelhas, é produzida a partir das variedades Castelão, Trincadeira e Aragonez.

Castelo de Estremoz (1,99€)

O produto da Sociedade Agrícola de Estremoz harmoniza bem tanto com entradas de queijos como com pratos principais à base de carne grelhada. O sabor é fresco, suave, mas também complexo e prolongado. Com um teor alcoolico de 13,5%, é produzido a partir das castas Aragonez, Trincadeira e Castelão.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos