Alugar carro na Europa: as 5 melhores empresas em 2018

Alugar carro na Europa pode ser uma ótima forma de viajar pelo continente sem se preocupar com horários de ônibus, trens ou voos. Um veículo é uma comodidade ou até mesmo uma necessidade, dependendo da situação do viajante.

Na hora de fazer o planejamento, é preciso ter referências sobre empresas para se alugar carro na Europa. Os preços e opcionais podem variar muito e fazer uma grande diferença no orçamento. Além disso, o turista deve estar bem informado acerca das regras e documentos para dirigir em cada país por onde pretende passar.

Melhores empresas para alugar carro na Europa em 2018

Alugar carro na Europa não é complicado e nem burocrático, mas o viajante precisa estar atento a algumas questões para evitar problemas. Uma delas é comunicar à locadora antecipadamente se pretende ir até outro país com o veículo. Isso porque o simples fato de atravessar a fronteira pode gerar taxas extras. Vale a atenção também com a cobertura do seguro e se o tanque deve estar cheio na hora da devolução.

Um cartão de crédito internacional é indispensável para a concretização do negócio. Mesmo que a locação seja paga na hora, com dinheiro em espécie, o cartão servirá como garantia. Por isso, no ato do aluguel, a empresa bloqueia um valor relativo à franquia (entre 200€ e 400€) e o mesmo só é novamente liberado na devolução. Importante lembrar que o dono do cartão deve ser a mesma pessoa que vai dirigir.

Cada país conta com uma série de empresas nacionais de menor porte e que podem praticar preços mais atrativos. Para elaborar essa lista, no entanto, selecionamos locadoras maiores com representações em vários países, pela facilidade de suporte, e que contem com melhor custo benefício. A cotação foi realizada no site de cada companhia usando Lisboa como base (preços de abril de 2018), por ser um dos destinos mais procurados pelos brasileiros no momento, e uma locação com duração de 15 dias.

InterRent

Presente em três continentes, a InterRent afirma ter uma política de transparência e desburocratização no aluguel de carros. Além de Portugal, conta com balcões também no Reino Unido, Espanha, Alemanha e França. A marca faz parte do conhecido grupo Europcar.

Para o período especificado na cotação, a locação de um carro básico com 4 lugares, quilometragem ilimitada, proteção do veículo, contra roubo e contra terceiros sai por 227,12€.

Europcar

A Europcar é mundialmente conhecida. Em 65 anos no mercado, está presente em 130 países e territórios e é a principal marca do grupo Europcar. São 3.632 pontos de venda em todo o mundo.

Alugar um carro básico de 4 lugares nesta locadora sai por 343,80€, incluindo quilometragem ilimitada e proteção do veículo.

Sixt

A Sixt é uma marca alemã que já está presente em mais de 100 países e cerca de 2.200 localidades. Orgulha-se de ser uma empresa com uma frota variada que disponibiliza aos seus clientes desde um carro simples até esportivos de luxo.

De acordo com o levantamento realizado, o aluguel de um veículo básico, modelo Volkswagen Up ou semelhante, custa 379,40€. 

Alamo

A história da Alamo começa em 1974, nos Estados Unidos, onde abriu 4 agência. Foi a primeira no mercado a adotar o conceito de quilometragem ilimitada, tão popular hoje em praticamente todas as locadoras. Na Europa, atua através da parceira Enterprise Rent-A-Car.

A locação de um veículo mini, com 4 lugares, para os 15 dias especificados custa 395,82€. O valor inclui quilometragem ilimitada e seguro contra roubo e colisões.

Hertz

Com presença em 145 países, a Hertz pode com toda certeza afirmar que é uma empresa com presença global. A história da companhia começa em 1918, quando os veículos em si ainda eram uma novidade.

A Hertz é a empresa mais cara entre as que estão incluídas na nossa seleção, mas também a com maior número de pontos de atendimento e uma linha de apoio disponível 24 horas por dia. O custo da locação é de 449,10€, incluindo seguro contra roubo e danos de colisão, imposto e suplemento de circulação.

Encontrando a empresa com preço mais baixo

Além das próprias empresas de aluguel de carro, há ferramentas especializadas em buscar e apresentar as ofertas mais baratas em lista prática. É o caso da RentCars, que pode ser uma boa forma de orçar a melhor opção antes de fechar negócio.


Dirigir na Europa como turista

Os brasileiros podem dirigir em mais de 100 países, incluindo toda a União Europeia, usando apenas a Carteira Nacional de Habilitação por até 185 dias a contar da data de entrada. A PID (Permissão Internacional para Dirigir) não é fundamental, mas pode facilitar a conferência dos documentos em uma blitz, por exemplo. Para alugar carro na Europa, ela não é requisitada.

Os viajantes devem ter atenção ainda que uma boa parte das rodovias europeias conta com pedágios e que nem sempre estacionar na rua é de graça. Violar essa legislação gera multas e ainda muita dor de cabeça. Por isso, vale a pena ficar sempre de olho nas placas e cumprir as indicações. Uma dica é evitar usar o carro em grandes cidades, principalmente no centro, até porque nessas o sistema de transportes é eficiente na maioria das vezes. Dessa forma, economiza-se em estacionamento e evita-se congestionamentos.

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com