Viajar de ônibus pela Europa: lista das empresas mais baratas

Geralmente, viajar de ônibus pela Europa não é a opção da maior parte dos turistas. No entanto, essa pode ser uma alternativa mais barata e descomplicada para conhecer o continente quando comparada com trem e avião. Para alguns trechos, o tempo de viagem é quase o mesmo.

Empresas mais baratas para viajar de ônibus pela Europa

Para auxiliar quem está pensando em viajar de ônibus pela Europa e quer realmente economizar, fizemos uma lista das principais empresas mais baratas do continente. Algumas são internacionais e operam em praticamente todos os países e outras são regionais, mas fazem linhas para países vizinhos.

FlixBus: É a maior e mais conhecida empresa a realizar viagens de ônibus pela Europa. Só está há 5 anos no mercado e é líder do segmento com cerca de 120.000 ligações diárias.

Eurolines: A empresa viaja para mais de 700 destinos em 32 países, sendo a rota mais longa de Lisboa, em Portugal, a Moscou, na Rússia.

Megabus: A companhia foi adquirida pela FlixBus recentemente e usa a sua marca apenas nas viagens dentro do Reino Unido. Para outros países, são usados os ônibus da FlixBus. Opera também no Canadá e nos Estados Unidos.

National Express: A maior parte das linhas da companhia inglesa são para localidades dentro do Reino Unido, entretanto viaja também para Bruxelas, Amsterdam e Paris.

RegioJet: A RegioJet, considerada uma das empresas com melhor serviço e preços atualmente, começou a operar em 1993. Faz linhas dentro da República Tcheca e para mais 14 países atualmente.

Alsa: A companhia espanhola é a mais lembrada por quem viaja dentro do país, mas também faz linha para Portugal e França.

Rede Expressos: Operando desde 1995, a empresa portuguesa também faz linha para outros países como Espanha e França.

Ouibus: 300 destinos, 10 países e 17 mil trajetos. Esses são os números da Ouibus, uma das empresas de ônibus mais conhecidas na França.

Para da uma ideia mais global dos valores, separamos alguns dos trechos mais procurados pelos turistas e comparamos os preços entre ônibus, avião e trem no site Go Euro. A pesquisa foi feita apenas para um sentido e tabelamos a tarifa mais em conta de cada opção.

TrechoTremAviãoÔnibus
Lisboa – Madri62€42€30€
Berlim – Praga20€44€15€
Praga – Munique30€102€9€
Londres – Paris64€33€19€
Madri – Barcelona58€39€33€
Bruxelas – Amsterdam26€137€11€
Amsterdam – Berlim40€90€33€

Prós e contras de viajar de ônibus pela Europa

Com uma malha ferroviária vasta e companhias aéreas low cost que praticam preços bastante competitivos, o ônibus acaba por ser a última escolha de quem viajar pela Europa. Há quem nem chegue a considerar essa possibilidade por achar que a viagem será completamente desconfortável e demorada. Claro que as generalizações são um erro, mas boa parte das estradas europeias são seguras e bem pavimentadas, tornando o tempo dentro do veículo menos incômodo.

Dependendo da companhia, as poltronas costumam ser bem mais confortáveis e espaçosas que nos aviões, por exemplo. O serviço de bordo também é bastante eficaz. Algumas empresas de ônibus contam, inclusive, com telas individuais em cada assento, wi-fi e snacks gratuitos. Entretanto, vale lembrar que nem sempre é um mar de rosas. A internet só funciona no país de origem da companhia e tem um limite de dados. Há também empresas em que os veículos deixam muito a desejar no quesito conforto.

Os passageiros não precisam se preocupar com o peso da bagagem e nem com o espaço disponível para acomodá-la, uma vez que ficará no bagageiro do ônibus. É preciso, no entanto, alguma atenção para fugir dos furtos e das trocas acidentais de malas, pois a identificação das mesmas não é muito eficaz e não há um funcionário da empresa responsável por isso: é cada um por si.

Se compararmos uma viagem de ônibus com a de avião, por exemplo, temos já uma vantagem clara da primeira opção no quesito burocracia. Quem vai fazer check in sabe que é preciso chegar com horas de antecedência e cumprir uma série de passos de segurança antes de embarcar. No caso do meio rodoviário, basta chegar à plataforma de embarque com cerca de 30 minutos de antecedência. Certifique-se antes de que está no local certo, pois os pontos podem ser bastante mal sinalizados.

Apesar do avião ser diretamente mais rápido, o tempo gasto entre deslocamento para o aeroporto, que geralmente é afastado do centro da cidade, check in e possíveis conexões, acaba por ser quase o mesmo de uma viagem de ônibus. Isso se esta for relativamente curta.

O ponto mais vantajoso de viajar de ônibus pela Europa é, sem dúvida, o preço. Mesmo quem deixa para comprar a passagem na última hora, acaba por encontrar tarifas vantajosas e ainda com direito a despachar bagagem gratuitamente ou pagando muito pouco por isso.

Mas vale a pena ou não?

Para decidir isso, o viajante precisa considerar o tempo e o orçamento disponíveis. Além disso, precisa decidir o que mais será importante naquele momento: conforto, alguma flexibilidade, bagagem permitida, etc. Sites como o já citado Go Euro, Rome2Rio e Bus Radar podem ser úteis na comparação dos valores e duração da viagem.

Os ônibus podem ser confortáveis, mas, se a viagem for longa, a exaustão e o incômodo podem não compensar. Por outro lado,quem quer economizar uma estadia de hostel/hotel, pode optar por pegar um ônibus noturno e chegar ao novo destino já relativamente descansado.

É preciso colocar na balança todas as condicionantes e lembrar que nem sempre o que é adequado para uma pessoa é o melhor para outra.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem