Alugar imóvel no exterior: com ou sem mobília?

Está decidido! Depois de muito planejamento, você vai morar no exterior. Em meio a esse processo, possivelmente questões como imigração, emprego, alimentação, familiaridade com o idioma foram colocadas em pauta e estudadas cautelosamente.

Outra observação muito importante na hora de se mudar para outro país tem relação com a sua futura casa. Afinal, ao contrário do Brasil, muitos países ao redor do globo têm a cultura de alugar imóveis parcial ou totalmente mobiliados. Veja qual a melhor escolha.

Vale a pena alugar imóvel com ou sem mobília no exterior?

A experiência é própria e, como alguém que passou por duas mudanças dentro de Portugal no intervalo de um ano, posso afirmar que minhas escolhas seriam diferentes se não tivesse dado ouvidos a opiniões deslumbradas ou mesmo de pessoas que não tinham necessariamente as mesmas expectativas.

Inclinada a optar por imóveis mobiliados (quando contêm também utensílios domésticos e eletrodomésticos), cheguei ao país, na cidade do Porto, e passei a primeira semana em um hotel, enquanto visitava potenciais locais para morar. A diferença foi clara, e por regra, quanto mais móveis e eletrodomésticos o local possuía, mais caro seria o aluguel (renda); entretanto, nada assustador e que não estivesse compensando no início.

Mas suponhamos que você assinou um contrato de longo prazo com o locatário, e portanto, não deve sair desse imóvel tão já. O que você faz? Compra os móveis ou paga esse montante a mais por um mobiliário que não é seu?

Imóveis com mobília

Vantagens e desvantagens de um imóvel com mobília

Em geral, a diferença de preço entre um imóvel vazio e outro contendo itens básicos como uma cama, geladeira, fogão, forno, armários e até mesmo uma máquina de lavar costuma estar entre 50 e 100 euros, no caso de Portugal – oscilando, claramente, entre regiões centrais e outras mais afastadas.

Por isso, para se sentir confortável, há poucos itens e de baixo valor que você precisará comprar de fato para chamar esse novo contrato de lar: roupa de cama, utensílios domésticos, talvez um sofá, uma TV, etc. Mas lembre-se que esse tipo de imóvel torna-se mais vantajoso para locações de curto a médio prazo – de um mês a um ano.

Passado esse período, continuar pagando por um mobiliário que não é seu acaba se convertendo em prejuízo. Afinal, além de um gasto constante que já somaria a compra de todos os elementos da casa, corre-se o risco de danos, quebra ou desgaste dos equipamentos; se isso vier a acontecer, possivelmente você não verá a sua caução novamente.

Imóveis sem mobília

Escolhendo um imóvel sem mobília

Antes de mais nada, o que logo salta aos olhos é o preço do aluguel, visivelmente inferior a um espaço com mobília.

Economizando no aluguel, para se mudar definitivamente para esse apartamento/casa que te conquistou, será preciso ter ciência de que alguns milhares de euros (novamente, utilizando Portugal como exemplo) serão desembolsados para deixar o novo lar com a sua casa.

No meu caso, logo que cheguei ao país, me mudei para um T1 (apartamento de um dormitório) semi-mobiliado no centro do Porto. O imóvel já continha um banheiro com box – algo muito raro por lá -, uma cozinha com geladeira, fogão, exaustor, cama, guarda-roupa, mesa, cadeiras e uma máquina de lavar. Não precisa de mais nada, certo? Errado!

Consegui me mudar logo de cara, afinal, o imóvel estava funcional. Entretanto, com o passar dos dias, começo a dar falta disso e daquilo. Conclusão: mesmo com tantos equipamentos que a casa dispunha, idas e vindas na IKEA, a maior loja low cost de móveis e decoração, me fizeram quase 2 mil euros mais pobre.

Mas calma! Alugar um imóvel sem mobília não é de todo prejuízo. Afinal, se você já está no país há algum tempo, ou chegou com objetivos fixos de ficar ali por um longo período – mais de um ano, pelo menos -, assine o contrato e não perca tempo. Aproveite os prazeres da IKEA e de lojas como Jumbo e Pixmania, por exemplo, e encha o carrinho com móveis, eletrodomésticos e utensílios que estejam de acordo com a sua personalidade, e viva bem!

Gostou deste artigo? Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30"]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/[/su_service]h6>
Envie dinheiro para o exterior com a melhor taxa de câmbio!
Abra uma conta grátis na TransferWise

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos