Brasileiros terão que pagar taxa extra para entrar na União Europeia

Mais uma mudança está a caminho para brasileiros e viajantes de outros países que pretendem entrar na União Europeia. Antes da viagem, será preciso cadastrar os dados em uma ferramenta online e pagar uma taxa de 7€ pelo ingresso.

A exigência integra o Etias (Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem), aprovado na última semana a partir de acordo entre a Comissão Europeia e o Parlamento. A ideia é que funcione da mesma forma que o Esta, sistema usado pelos Estados Unidos e que cadastra todos os passageiros estrangeiros que dão entrada no país. Dessa forma, espera-se controlar com mais eficácia quem circula pelo continente, aumentando a sensação de segurança.

O controle tentará intimidar a entrada e ação de possíveis terroristas nos países do bloco, pois os que estiverem listados como suspeitos serão imediatamente barrados. O mesmo acontecerá com aqueles que representarem risco à saúde pública e os potenciais imigrantes ilegais.

Apesar de já causar controvérsias, a medida ainda não tem data para entrar em vigor. Antes de tudo, precisa ser aprovada também pelo plenário do Parlamento Europeu. No entanto, sabe-se que a taxa terá de ser paga todas as vezes que o viajante der entrada no continente.

Mesmo com a necessidade de cadastro e pagamento de imposto, os brasileiros continuarão isentos da necessidade de visto para permanecerem no Espaço Schengen por até três meses.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem

Booking.com