Não adianta. Quem viaja precisa estar conectado de alguma forma, nem que seja só para dar notícias para a família. E nem sempre é fácil conseguir uma conexão que se aproveite. Usar internet na Europa, por exemplo, não é uma maravilha em todos os lugares. Mesmo que muitas cidades e estabelecimentos comerciais disponibilizem wi-fi grátis, a qualidade da rede pode deixar muito a desejar.

Por isso, a melhor solução pode ser mesmo recorrer a planos e cartões pré-pagos de internet na Europa. Felizmente, existe cada vez mais oferta e os preços competitivos são favoráveis aos viajantes. Ao invés de recorrer às taxas abusivas do roaming internacional ou andar sempre à caça do wi-fi, você pode ter sempre conexão pagando um preço justo.

Chips internacionais para ter internet na Europa

Para ter internet na Europa em qualquer lugar que você for, não é preciso pagar um balúrdio. Atualmente, muitas empresas contam com chips internacionais que são facilmente instalados e ainda oferecem uma conexão de qualidade. Uma outra vantagem desses cartões é que, na maioria dos casos, funcionam em praticamente todo o território europeu.

Confira abaixo algumas boas opções para ter internet na Europa.

EasySim4U

O EasySim4U tem sido uma das opções preferidas dos brasileiros por conta do custo benefício. Para ter internet na Europa, é preciso selecionar o Data Plan, que dá acesso em 140 países. Ou seja, mesmo que você cruze várias fronteiras durante a sua estadia, não precisa trocar de chip. A duração vai de 5 a 30 dias, sendo que é possível contratar dias adicionais, e existem pacotes a partir de US$ 35. Você faz o pedido antes de sair do Brasil e recebe o cartão em casa em poucos dias.

Travel Mobile

Com a Travel Mobile, você solicita o chip primeiro e depois escolhe o plano que desejar e a data de ativação, que deve coincidir com a viagem, obviamente. Os pacotes de dados são mensais e custam a partir de US$ 70, além disso, há o custo do chip, que sai por US$ 20. Os planos da Travel Mobile têm cobertura em mais de 100 países.

mysimtravel

Com cobertura em mais de 200 países, o mysimtravel disponibiliza uma conexão 3G melhor que muito wi-fi por aí. Uma grande vantagem é que as tarifas são em real, ou seja, não precisa ficar convertendo eternamente para saber quanto vai gastar com essa parte. O pacote mais indicado para quem quer ter internet na Europa é o Top Destino, que tem capacidade de Gb, validade de 30 dias (a partir da data de ativação) e custa a partir de R$ 159,90.

ChatSim

O ChatSim é uma das opções mais em conta para usar internet na Europa. O plano base custa 15€ anuais e garante mensagens de texto ilimitadas não só a Europa, mas também no Brasil e em outros 159 países. Isso quer dizer que você vai poder usar o WhatsApp à vontade. No entanto, deve lembrar que videos e áudios não fazem parte do pacote. A ativação custa mais 15€ e depois é possível fazer recargas que vão desde os 15€ e estas sim incluem pacotes multimedia.

A empresa também chegou no Brasil em maio de 2017 com assinaturas anuais a partir de R$199.

Flexiroam X

Com cobertura em mais de 100 países, o Flexiroam X propõe descomplicar a vida dos viajantes que precisam de internet na Europa. Ele é um microchip ultrafino que fica colado ao chip original do celular e evita a troca e possível perda do mesmo. Depois da instalação, só é preciso fazer o download do aplicativo para ter acesso ao roaming de dados low cost.

O chip pode ser adquirido online através do próprio site da empresa ou no quiosque da mesma no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. O pacote inicial, que disponibiliza 100 MB de dados, custa R$ 79,90 e já inclui o custo do microchip.

Outras opções

Os chips internacionais podem ser uma boa alternativa para quem vai viajar por vários países, mas as soluções não ficam por aí. Se você pretende visitar apenas um único destino, pode ser uma boa ideia comprar o chip pré-pago de uma operadora local. Normalmente, o custo não sai por mais de 20€ e depois você só tem que se preocupar com as recargas. Vale lembrar que o seu aparelho, em todos os casos, precisa estar desbloqueado.

E para quem vai transitar só pela União Europeia, uma boa notícia. Em junho de 2017, foi decretado o fim do roaming nos países que fazem parte do acordo. Em termos práticos, isso quer dizer que se você comprar um o chip de uma operadora portuguesa, por exemplo, pode se comunicar na Itália sem taxas extras. Com a novidade, comprar o cartão de uma empresa local pode tornar-se vantajoso e mais barato, mesmo para quem vai andar de país em país.

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Romana Naruna

Jornalista, piauiense de raiz, carioca de passagem, portuense de coração. Mudou-se para Portugal por amor e descobriu aquilo que chamam de segunda casa.

Artigos Relacionados