Meus 50 anos e o caminho de Santiago

Assim que completei 50 anos tive o direito de solicitar a aposentadoria especial do professor e voltei a sonhar em fazer o Caminho de Santiago para celebrar essas novas etapas e romper com o passado buscando novos caminhos.

Ganhei de presente da minha irmã o bonito livro “O Peregrino e as Luzes”, escrito e fotografado pelo professor de cristianismo Nelson Real Junior.

Logo depois fui escalar a montanha de Machu Picchu enquanto aguardava a aposentadoria. Foi um verdadeiro sacrifício mágico, pois havia torcido o pé alguns dias antes, mas resolvi encarar a subida para homenagear minha falecida mãe.

Com a ajuda do meu marido e 7 horas de sacrifício e deslumbramento, comecei a acreditar que seria possível sim fazer o caminho.
Afinal, um desafio superado chama um novo desafio…

[su_quote]Se pudéssemos aproveitar o caminho para procurar a liberdade viveríamos mais felizes e prósperos , creio na intenção de viver em paz , trazendo a certeza de poder ir e vir sem qualquer restrição (Nelson Real Junior)[/su_quote]

Mas, infelizmente a fratura do pé demorou para recuperar e outras viagens foram surgindo. Em maio de 2017 fomos para Europa e procuramos fazer um roteiro de carro com pitadas da rota do caminho de Santiago incluimos San Jean Du Port, Pamplona, Oviedo, Gijon, Picos da Europa e finalmente Santiago.

Afinal, o caminho é o que importa, não o seu fim, já disse Louis L amor.

Pelo caminho avistamos muitos peregrinos, principalmente entre Pamplona e San Jean, onde fica a porta, patrimônio da Unesco.

Pude perceber muitas mulheres em pequenos grupos ou sozinhas, de diferentes idades. O caminho é realmente democrático e inclusivo. Não tem idade, sexo ou religião, mas tem sim um roteiro a cumprir.

A maioria realiza em 33 dias. Em alguns trechos é possível ver quase que uma fila de peregrinos, muitos brasileiros!

Confesso que isso me decepcionou um pouco, parece até mesmo uma excursão. Fiquei pensando que nem todo mundo tem o mesmo espírito religioso ao caminhar como Nelson Real Junior e suas luzes.

Talvez muitos caminham por caminhar, dia após dia, até completar 33!

Mas todos eles buscam chegar até a Catedral de Compostela. Um lugar realmente iluminado, surpreendente até mesmo para quem já foi a Roma. Um lugar que todos cristãos ou não deveriam conhecer, de preferência domingo de manhã para acompanhar a emocionante chegada dos peregrinos.

Então pude concluir que em qualquer viagem, a pé, de carro, de trem; cada um conquista alguma coisa talvez pelo simples fato de buscar, de caminhar.

Segundo John Kobat – Zin , o pai do mindfulness, uma maneira de acrescentar consciência em nossas vidas consiste em praticar a meditação enquanto caminhamos.

E como caminhamos em uma viagem! E já disse alguém um dia: “o verdadeiro caminho começa e termina em nós “.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos