Morar na Guiana Francesa: como trabalhar, estudar e o custo de vida

A Guiana Francesa é um território pertencente à União Europeia na América do Sul. Ela não é exatamente um país, já que faz parte do departamento ultramarino da França.

O país faz fronteiras com os estado do Amapá no Brasil e com o Suriname e é visto como uma terra de oportunidades para brasileiros em busca de trabalho e de melhores salários, já que ali a moeda que opera é o euro. Atualmente, mais de 70 mil brasileiros residem no território. Apesar das possibilidades de imigração serem muito restritas, pois não há nenhum acordo político entre os dois países e grande parte de quem foi para lá está ilegal, veja como morar na Guiana Francesa.

Compre voos para Guiana Francesa

Como morar na Guiana Francesa

Mesmo fazendo fronteira com o Brasil, a Guiana Francesa exige visto até mesmo para brasileiros que vão a turismo por até 90 dias. Para isso, é preciso entregar os seguintes documentos:

  • RNE (Registro Nacional de Estrangeiro) com validade superior à estadia na Guiana
  • Formulário de pedido de visto preenchido
  • Duas fotos 3×4 recentes
  • Cópia da carteira de identidade do solicitante
  • Comprovante de residência no Brasil
  • Justificativas e rendimentos suficientes para a estadia:
  • Declaração do imposto de renda
  • 3 últimos contra-cheques
  • Extratos bancários recentes
  • Reserva de bilhete aéreo com as datas de ida e volta
  • Comprovante de alojamento na Guiana Francesa (reserva de hotel, contrato de aluguel ou atestado de acolhida original – retirado na prefeitura do local de residência do anfitrião)
  • Seguro de viagem internacional com cobertura total de 30 mil euros

Passado esse tempo, é preciso solicitar um visto específico para a atividade de interesse no país junto ao consulado francês, como as permissões de trabalho, estudo, pesquisa ou reagrupamento familiar.

Como trabalhar na Guiana Francesa

Para morar na Guiana Francesa a trabalho o estrangeiro precisa antes conseguir um contrato de trabalho com uma empresa no território. Assim, será possível obter o visto de longa estadia. Depois de contratado, para obter uma permissão de trabalho ali é preciso providenciar os seguintes documentos:

  • Formulário de solicitação de visto preenchido
  • Passaporte com pelo menos um ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais
  • 2 fotos 3×4 recentes com fundo branco
  • Comprovante de residência no Brasil
  • Comprovante de contrato de trabalho (carta da empresa)
  • Cópia do último diploma
  • Comprovante de residência na Guiana Francesa
  • Seguro de viagem internacional com cobertura mínima de 30 mil euros

Estudar na Guiana Francesa

A burocracia para quem quer estudar na Guiana Francesa é a mesma para a França. O estrangeiro aprovado em uma universidade ou instituição de ensino no território deve se cadastrar no site CampusFrance.org. Essa página gera um número de identificação para que o aluno possa solicitar o visto de longa estadia (long séjour).

  • Formulário de pedido de visto preenchido
  • Passaporte com um ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais
  • 2 fotos 3×4 recentes com fundo branco
  • Comprovante de residência no Brasil
  • Número CampusFrance
  • Carta de admissão da instituição de ensino (contendo o período letivo de estudos)
  • Cópia do último diploma
  • Comprovante de renda
  • Comprovante de residência na França
  • Seguro de viagem internacional

O visto de estudante custa 50€. Ele pode ter validade de até seis meses ou de mais de seis meses, dependendo da duração do curso.

Custo de vida

O custo de vida para morar na Guiana Francesa não sai barato. Como se trata de um território da França, a moeda que opera ali é o euro, moeda mais forte que o real.

Para se ter uma ideia, viver na cidade de Caiena, capital da Guiana Francesa, é 66% mais caro na cidade de São Paulo, um dos lugares mais caros para brasileiros. No entanto, o salário mínimo também é maior: os profissionais guianenses recebem cerca de 1.500 euros mensais.

Segundo o site Expatistan, o aluguel de um apartamento de 45 metros quadrados em uma área normal custa a partir de 700€ mensais, enquanto as contas domésticas para uma pessoa podem custar 87€.

Vale a pena?

A possibilidade de aprender o francês em um país mais perto e também de ganhar em euro podem motivar brasileiros a ir morar na Guiana Francesa. Contudo, o país é um dos mais burocráticos do continente para emitir permissões de residência – tanto é que um enorme número de imigrantes ilegais chegam ali.

Curiosidades

O idioma oficial da Guiana Francesa é o francês, mas ali grande parte da população também fala o crioulo.

Existe uma ponte que liga as cidade de Oiapoque e St. Georges, na Guiana Francesa. Ela foi oficialmente anunciada em 1997, quando o então presidente da França, Jacques Chirac, e o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso fizeram uma parceria. Até hoje, no entanto, ela não foi inaugurada e está inutilizada devido a falta de documentos e desentendimentos entre os dois governos.

Veja também:


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos