Uma das formas de fugir do IOF de 6,38%, aplicado em toda transação realizada por meio de cartões brasileiros de crédito, débito e pré-pago (os VTMs), é enviar ou receber dinheiro via Western Union.

Western Union: como funciona

A empresa funciona como uma corretora de câmbio pela qual se pode fazer remessas de dinheiro para o Brasil ou do Brasil para o exterior, podendo até mesmo ser enviado de um país e recebido em outro no mesmo momento.

Para quem quer enviar dinheiro

Do Brasil, é necessário procurar uma agência da Western Union munido de documento de identificação com foto (CNH ou RG juntamente com o CPF), informar o país do destinatário (no caso do México e Estados Unidos também é necessário informar o estado) e nome completo do remetente. O mesmo vale para quem quer enviar e está fora do Brasil. No caso, se estiver em viagem, o documento de identificação pode ser o passaporte.

Taxa e Tempo de Transação

Em uma simulação, para enviar aproximadamente US$ 200 (R$700,00) a taxa é de R$ 28,00. Ou seja, 4%Em qualquer operação se pode escolher em qual moeda o remetente irá receber o valor, se na moeda local ou em euros, dólares, etc. O único serviço que conhecemos com taxas mais baixas que essas no momento é o da TransferWise.

Veja os locais que funcionam como agências da Western Union no Brasil.

Para quem vai receber dinheiro

Quem vai receber dinheiro via Western Union vai precisar do nome completo, endereço, telefone do remetente e o código da operação (Money Transfer Control Number), que é informado para quem envia o dinheiro no momento em que a operação é realizada (fica impresso no comprovante da transferência).

No Brasil, além do Banco do Brasil e Banco Bradesco, algumas lojas servem de agência da Western Union para envio e recebimento, como as lojas Riachuelo (consulte os locais da sua cidade e condições no site da empresa).

Veja também:

Facebook      Nosso grupo      Twitter    Youtube

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Nataly Lima

Mestre em jornalismo natural de São Paulo, hoje tem a Europa como a sua base. É apaixonada por conhecer novas culturas, comer, viajar e contar histórias sobre esses e outros assuntos.

Artigos Relacionados