Quer saber qual a combinação perfeita para um futuro promissor: trabalhar na Alemanha. O país é um dos 10 melhores do mundo em qualidade de vida, sem contar com o nível de desenvolvimento das suas cidades que, juntas, representam hoje a maior potência econômica da zona do Euro. Para além das características sócio financeiras, o país também é rico em questões culturais, histórica e de paisagens naturais.

O salário mínimo para quem vai trabalhar na Alemanha é de 8,50€ por hora, sendo 1.360€ mensais, aproximadamente. De acordo com a média salarial realizada pelo site Numbeo, tanto em Berlim (capital) e Munique, por exemplo, são 1.848€ e 2.724€, respectivamente. Ou seja, para além dos atributos positivos que a cidade apresenta, a remuneração do trabalhador alemão também não deixa a desejar.

Como trabalhar na Alemanha

Uma vez determinado que o seu objetivo e trabalhar na Alemanha, você precisa preparar alguns documentos e iniciar o processo ainda do Brasil, independente de ser um emprego regular, au-pair ou estágio. Nestes casos há duas possibilidades para seguir à diante com o processo: buscar pelo emprego de forma online para poder solicitar o visto ou então, pedir o visto específico para procurar emprego no país, durante um prazo de seis meses.

A própria embaixada Alemã no Brasil indica alguns sites que podem facilitar na busca por emprego no país:

Visto

O primeiro passo é identificar qual será a sua região correspondente para apoio e entrega dos documentos para o visto. São no total, cinco representações oficiais da Alemanha, sendo elas a Embaixada em Brasília, e os Consulados Geral em Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Neste link você poderá visualizar o endereço e qual consulado corresponde com a sua região do Brasil.

Tendo identificado o seu consulado de apoio é hora de reunir os documentos básicos para solicitação do visto para trabalhar na Alemanha. Alguns destes são básicos e, independente do caminho que você escolha seguir, terá de apresentar estes documentos, seguido dos formulários de solicitação. Vale ressaltar que os documentos devem ser traduzidos e juramentados para efeitos de aprovação:

Documentos

  • Passaporte válido (que ultrapasse 3 meses do período previsto)
  • Foto 45mm x 35mm (tipo passe)
  • Seguro de Saúde
  • Comprovante de recursos financeiros

Formulários

O custo para solicitação do visto é único e deve ser pago em reais, de acordo com a cotação do dia, no montante total de 60,00€. O prazo para emissão do mesmo pode durar entre duas a doze semanas.

Um dos pré-requisitos para poder procurar pelo emprego pessoalmente no país é ser um profissional especializado, com diploma mínimo superior e os seguintes documentos:

  • Currículo Vitae
  • Diploma de conclusão de curso
  • Carta de Motivação com detalhes da busca de vaga de emprego

Para aqueles que já estão de olho em uma vaga específica, independente da região do país e já querem solicitar o visto para trabalhar na Alemanha do Brasil devem acrescentar alguns documentos para que ocorra a aprovação da Agência Federal do Trabalho:

  • Contrato de Trabalho ou Carta do Empregador (com informações detalhadas sobre o tipo de emprego, cargo, horário, salário, etc)
  • Currículo Profissional
  • Comprovante de Qualificação Profissional (diploma traduzido e juramentado) ou Certificado de Equivalência

Lembre-se que, em alguns casos, é preciso comprovar a proficiência na língua para efeitos de concessão do visto. Há exceções como por exemplos para os profissionais que darão aula de Português no país, ou aqueles que trabalharão em multinacionais nas quais ter o nível intermediário de inglês é suficiente.

Se este não for o seu caso e você deseja aprender ao menos o básico da língua antes de ir para trabalhar, confira as nossas informações sobre como solicitar um visto para fazer curso de alemão no país.

Veja depois: Como morar na Alemanha para trabalhar e estudar

Outros tipos de trabalho

Também há a possibilidade de solicitar o visto para trabalhar na Alemanha, mesmo que temporariamente. No caso daqueles que pretender trabalhar como Au-Pair, é preciso seguir alguns pré-requisitos de idade, proficiência na língua, família anfitriã, objetivo da viagem e duração. Como a maioria dos casos são intermediados por agências, o processo acaba por se tornar um pouco mais fácil.

  • Ter no máximo 27 anos
  • Conhecimentos básicos de alemão (nível A1)
  • Ter uma família anfitriã com pelo menos um filho menor de idade vivendo na casa
  • Período mínimo de seis meses e máximo de 12 meses

Os documentos extras que devem ser entregues são

  • Carta de Motivação
  • Certificado Start Deutsch 1 (curso de alemão, se houver)
  • Contrato da atividade de Au-Pair entre o solicitante e a família anfitriã
  • Formulário Au-Pair preenchido pela família anfitriã

As informações detalhadas sobre os modelos de carta e documentação que devem ser entregues ao consulado para trabalhar na Alemanha podem ser encontradas nos respectivos links citados acima.

Como trabalhar na Alemanha com visto de estudante

O estudante estrangeiro pode trabalhar na Alemanha durante um tempo específico que pode variar de 3 a 6 meses por ano, de acordo com a carga horária realizada, sendo a primeira de 8 horas diárias e, a segunda, de 4 horas diárias. Não há limitações quanto ao tipo de emprego, mas se você busca por uma oportunidade de trabalhar na área, provavelmente será mais fácil busca-la dentro da própria universidade alemã, através dos seus programas de estágio.

Os programas para quem está estudando em uma universidade alemã costumam ser três:

Aos estuantes que desejam trabalhar na Alemanha através de um estágio é preciso estar vinculado a alguma instituição de ensino superior. Além disso, mais alguns outros documentos devem ser apresentados, tais como: estágio prático (para estudantes recém formados e contam com apoio de um orientador); estágio profissional (para estudantes com capacidade para desenvolver o trabalho de forma independente) e pesquisa (dentro da própria universidade).

Mas é claro, há a possibilidade de contatar uma empresa ou instituição alemã diretamente do brasil para se candidatar/solicitar um estágio. Sendo assim, é necessário apresentar, também, os seguintes documentos:

  • Comprovativo de matrícula em universidade brasileira
  • Ter cursado pelo menos 4 semestres do curso escolhido
  • Contrato de estágio com o valor da remuneração mensal

Existem aqui algumas peculiaridades com relação à remuneração, que deve ser de no mínimo € 670,00 e a jornada de trabalho não deverá ultrapassar a jornada de 40 horas semanais.

Vale a pena trabalhar na Alemanha?

Essa é uma pergunta crucial que você deve fazer antes de querer mudar de país, seja para trabalhar ou estudar. É preciso levar em consideração diversos fatores que vão desde a adaptação ao clima e a cultura local até mesmo às condições de trabalho, moradia e alimentação.

Muitas pessoas estão dispostas a encarar um trabalho e uma qualidade de vida inferior (nem tanto pelo país, mas sim pelo custo de vida) com o objetivo de, aos poucos, fazendo as suas conquistas. Outras já pensam ao contrário: se até o momento já alcançou tal patamar, não vale descer um degrau para recomeçar. Portanto, avalia qual é a sua posição.

Custo x Salário Mínimo

Com as informações disponibilizadas pelo site Numbeo, fizemos aqui uma estimativa do salário mínimo em três cidades, sendo elas a capital do país, uma das grandes cidade e a terceira, um pouco menor. Vale ressaltar que trata-se de uma tentativa de aproximação do custo para se viver naquela cidade e não considera gastos extras como itens de vestuário, farmácia, lazer e emergências.

Berlim – salário médio 1.848,00€

  • Aluguel no Centro: 677,00€ (no centro)
  • Aluguel fora do Centro: 455,00€
  • Contas Básicas: 240,00€ (água, luz, aquecimento, recolha lixo, internet e celular)
  • Mercado: 120,00€
  • Transporte Mensal: 79,50€

Total: 1.116,50€ (no centro) e 894,50€ (fora do centro)

Munique – salário médio € 2.724,00€

  • Aluguel no Centro: 952,00€
  • Aluguel fora do Centro: 760,00€
  • Contas Básicas: 270,00€ (água, luz, aquecimento, recolha lixo, internet e celular)
  • Mercado: 150,00€
  • Transporte Mensal: 62,20€

Total: 2.194,20€ (no centro) e 1.242,20€ (fora do centro)

Leipzig – salário médio 1.330,00€

  • Aluguel no Centro: 425,00€
  • Aluguel fora do Centro: 297,00€
  • Contas Básicas: 200,00€ (água, luz, aquecimento, recolha lixo, internet e celular)
  • Mercado: 100,00€
  • Transporte Mensal: 60,00€

Total: 785,00€ (no centro) e 657,00€ (fora do centro)

A partir destes números fica um pouco mais fácil estabelecer se vale a pena ou não morar e trabalhar na Alemanha. Se o seu valor for superior (ainda assim com uma margem para os itens que não foram contabilizados) pode ser uma boa oportunidade para mudar de ares e engatar uma carreira profissional de sucesso.

Veja também:

Facebook   Nosso grupo   Twitter   LinkedIn Youtube

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Redação

O Já Fez as Malas? é feito para brasileiros que querem cruzar fronteiras e superar os próprios limites. Para quem é apaixonado por conhecer outras culturas, viajar e sonha em morar fora para estudar, trabalhar, ou simplesmente pela experiência de vida.

Artigos Relacionados