Viajar é bom em qualquer época do ano, mas diferentemente do Brasil, as estações do ano na Alemanha são bem divididas: o verão é marcado por altas temperaturas com sol até às 21h, o outono é laranja com queda de folhas das árvores, a primavera bem florida e o inverno gelado e com neve, principalmente em cidades mais ao Norte. A energia das pessoas, portanto, muda quase que completamente entre verão e inverno, com atividades diferentes que incentivam o maior aproveitamento de cada estação do ano.

No verão, em que as temperaturas podem chegar a até 30 graus Celsius e com o pôr do sol por volta das 9h da noite, os dias são bem longos e proveitosos. Por isso, os alemães têm o hábito de realizar atividades ao ar livre, até para aproveitar essa época de céu azul e clima quente.

Já com a chegada do inverno, mesmo com o céu cinza e temperaturas baixas, abrem-se outras oportunidades, como os esportes de inverno. E, além disso, o espírito natalino alemão é contagiante, pois eles investem bastante em decoração e festividades.

Por isso, existem várias coisas que só se é possível aproveitar se estiver na Alemanha em determinada estação:

Inverno na Alemanha

Weihnachtsmarkt

Quatro semanas antes do Natal (no período do Advento) começam os Weihnachtsmarkts, ou os “Mercados de Natal”. São festas típicas dessa temporada e acontecem em todas as cidades; claro que, em cidades muito grandes como Berlim e Frankfurt, o mercado vai ser enorme, enquanto em cidades pequenas vai ser mais intimista. Pessoalmente, prefiro os menores, pois têm uma delicadeza e cuidado maiores, passando uma sensação mais calorosa. Mas, de qualquer forma, a ideia é a mesma: as barraquinhas servem bebidas típicas de inverno, como o Gluhwein (parecido com um vinho quente), e comidas como a Kartoffelpuffer (que é como uma panqueca de batata acompanhada de molho de maça ou alho). Além disso, você vai encontrar algumas bugigangas e muitos enfeites de Natal pra comprar, e podem rolar até algumas gincanas para crianças.

Weihnachtsmarkt-inverno-alemanha

Não tem como não se contagiar pelo espírito natalino nesses mercados. São sempre super bem decorados e iluminados, e, como nessa época já está bem frio, as decorações recebem um toque a mais com a neve. Ficam abertos até tarde da noite. A partir do dia 25/12, eles fecham, e voltam apenas no ano seguinte.

Esportes de neve

Pra quem é nativo de países tropicais como o Brasil, o inverno atrai pelo simples fato de ter neve. Por isso, vale a pena ir a estações de esqui, para poder aproveitar e ter a experiência da neve por completo. Um lugar interessante para isso é Obertsdorf, na região de Allgau. Por ser uma região alpina, ao Sul da Bavária (ou Baviera), a cidade recebe muitos turistas interessados não apenas em esqui, mas em montanhismo nas neves. Além disso, as paisagens são lindas, com Alpes brancos ao redor da cidade.

Obertsdorf-inverno-alemanha

No entanto, se não der pra ir esquiar, também existem outras atividades de inverno dentro das cidades, como a patinação no gelo. Pistas de patinação serão bem fáceis de achar, e as menores podem ser desafiadoras pra quem não tem muita prática, então não tenha medo de cair. Vão ter várias pessoas e muitas crianças, e uma dica: existe sim um motivo por ninguém andar no meio da pista, e somente nas laterais. Lá no meio é muito mais escorregadio, pois, já que todo mundo prefere ficar perto da borda, quase ninguém se aventura por aquela área e a falta de atrito no gelo faz com que fique mais liso. Portanto, cuidado!

Mas, legal mesmo é encontrar lugares com grandes pistas como o Eissporthalle Frankfurt. Os preços variam de acordo com a temporada, mas em geral não ultrapassam os 10 euros. Como o local é usado principalmente para partidas de Hockey, possui uma infraestrutura ótima e oferece mais de 3 pistas diferentes, uma delas sendo externa, redonda e quase do tamanho de uma larga pista de cooper.

Verão na Alemanha

Biergarten

No verão, em contrapartida, apesar de não ter uma data comemorativa tão grande como o Natal, rolam os Biergartens, em que vários restaurantes espalham mesas por parques, praças e áreas públicas e atendem todo mundo do lado de fora. Podem ser restaurantes grandes ou pequenos, como quiosques, parecidos com Food Trucks. A parte legal é que geralmente são mesas longas em que todo mundo senta junto, e você acaba dividindo espaço com pessoas desconhecidas. Não existe obrigação em conversar com quem não conhece, pois as pessoas lá respeitam bastante o espaço de cada um, ao mesmo tempo em que sabem compartilhar.

Biergartens-verao-na-alemanha

O clima é muito legal, as praças ficam abarrotadas com mesas e pessoas se divertindo, e, principalmente porque no verão costuma escurecer bem tarde, ir para um Biergarten pelo menos uma vez é indispensável.

Festivais temáticos

Novamente, como o alemão gosta de aproveitar o espaço ao ar livre, muitas cidades promovem festivais temáticos, como a Festa do Morango (Erdbeerfest). A que eu fui era numa cidade pequena chamada Erbach, próxima de Frankfurt, mas acontecem vários outros em diferentes cidades pelo país.

Erdbeerbowle-verao-na-alemanha

Colocam-se mesas longas e comunitárias e barraquinhas vendendo bebidas e comidas, não somente a base de morango. O que atrai também é a decoração: bandeirinhas com desenhos de morango e tudo nas cores vermelho, rosa e branco. Além disso, fazem uns shows de graça, e o Erdbeerbowle, bebida típica de morango que pode ser alcoólica ou não, é imperdível e baratinho. Vale comentar que eles também têm Festival da Uva, do Vinho e entre outros ao longo do ano.

 

Veja também:

Facebook   Nosso grupo   Twitter   LinkedIn Youtube

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]

Sobre o Autor

Julia Tereno

Formada em Comunicação e Multimeios e aspirante a jornalista. Acredita que o mundo é pequeno demais para não conhecer por inteiro.

Artigos Relacionados