Estudar na França: bolsas de estudos, vistos e mais

Para muitos estudantes, um dos pré-requisitos para fazer intercâmbio é estar na Europa. Isso devido à facilidade de viagens entre diversos países, muito próximos e interligados. Mas se além de tudo isso, você quer aprender o francês, a sua opção mais do que acertada é a de estudar na França. Existem sim outras opções para aprender a língua, como no Canadá e em alguns países da África. Mas, para o bom amante europeu, nada melhor que a Cidade Luz.

Como estudar na França

Para todo e qualquer curso que você deseja realizar no país é preciso fazer o cadastro pela agência oficial, a CampusFrance. Sendo assim, acompanhe e fique de olho nas oportunidades de bolsas de estudos e candidaturas oferecidas, dentro do próprio portal ou nos sites das respectivas Universidades Francesas.

Para o ano letivo de 2015/16 o período de inscrição para estudar na França é:

  • 1º ano de Graduação (Licenciatura) em Universidades Públicas Francesas: 01/12/2015 a 21/01/2016
  • Foramação de Arquitetura (Licenciatura e Mestrado): 01/12/2015 a 21/01/2016
  • 1º e 2º ano de Tecnológico (DUT) no Instituto Universitário de Tecnologia: 01/12/2015 a 21/01/2016
  • 2º e 3º ano de Graduação (Licenciatura) para instituições ligadas ao Campus France: 01/12/2015 a 18/03/2016
  • 1º e 2º anos de Pós-Graduação (Mestrado) para instituições ligadas ao Campus France: 01/12/2015 a 18/03/2016
  • Réseau Polytech – primeiro ano do total de 5 anos: até 21/01/2016 ou primeiro ano do ciclo de engenharia – terceiro ano do total de 5 anos: até 18/03/2016

Como estudar na França de graça

Você sabia que as taxas para estudar na França são uma das mais baixas do mundo, pelo fato do governo francês assumir a maior parte do valor de estudos, cerca de 10 mil euros por ano, por estudantes? Vale ressaltar ainda, que todas as universidades do país são públicas. E, além disso, a taxa de inscrição é a mesma, independente de ser um estudante francês ou estrangeiro.

O preço (ano letivo 2014/15) é de:

  • 183€ por ano durante a Licenciatura
  • 254€ por ano durante o Mestrado
  • 388€ por ano durante o Doutorado

Os estudantes brasileiros também podem candidatar/concorrer a qualquer tipo de bolsa de estudos, seja ela oferecida pelo governo francês, União Europeia, governo brasileiro, organizações internacionais ou não governamentais, de regiões francesas ou próprias de determinadas instituições, por exemplo.

O processo de cada uma dessas bolsas para estudar na França devem ser consultadas, pois seus critérios de elegibilidade podem variar. A questão é que, as universidades francesas, em regra, vão aceitar essa bolsa de estudos (considerando, é claro, toda a documentação e processo legal exigido para visto).

Consulte o site CampusBourses e veja quais são as ofertas disponíveis para estudar na França, os critérios de elegibilidade e candidatura. Lembre-se que muitas instituições francesas exigem o teste de proficiência na língua, que são:

  • DELF – Diplôme d’Etudes en Langue Française
  • DALF – Diplôme Approfondi de Langue Française
  • TCF – Test de Connaissance du Français
  • TEF – Test d’Evaluation de Français

Confira aqui alguns links que vão te ajudar a estudar na França, independente de qual for o seu grau:

  • Graduação: link
  • Pós-Graduação/Mestrado: link
  • Doutorado: link

 

Veja também: Como trabalhar na França

Brasileiro precisa de visto para estudar na França?

Sim! Mesmo que o período seja por menos de 90 dias (o permitido para turistas), o estudante necessita realizar o pedido do visto de estudante, para estar legal no país. Mas acredite, vale a pena investir, pois a França possui algumas das melhores universidades do mundo. De acordo com o Academic Ranking of World Universities 2015, as seguintes universidades entraram para a lista:

  • Univerisdade Pierre & Marie Curie (36º)
  • Universidade de Paris Sud – Paris XI (41º)
  • Escola Normal Superior de Paris (72º)
  • Universidade de Estrasburgo (87º)
  • Universidade de Aix Marseille (101º)

Visto de Estudante

O primeiro passo antes de estudar na França é fazer o preenchimento (cadastro) no site CampusFrance.org, que é uma agência oficial de promoção do ensino superior francês. Serão seis etapas de preenchimento e, ao final, você terá um Número de Dossiê CampusFrance. Este número é obrigatório para o pedido de visto.

Somente com este número em mãos é possível solicitar o agendamento do visto. Quando estiver com o cadastro realizado e todos os documentos preparados (abaixo iremos explicar quais são, para cada um dos casos).

Serão três passos básicos para solicitar o pedido de visto:

  1. Cadastro no CampusFrance (link)
  2. Agendamento no site da Embaixada (link)
  3. Preenchimento e assinatura do Formulário (link)

Assim que este processo estiver concluído você deverá entregar o dossiê juntamente com os seguintes documentos:

  • Passaporte com 1 ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais
  • 2 fotos 3×4 recentes e com fundo branco (tipo passe)
  • Comprovante de residência no Brasil
  • Número CampusFrance
  • Formulário devidamente preenchido e assinado (legível e sem rasuras)
  • Carta de Aceite da Universidade (contendo o período letivo de estudos)
  • Cópia do último diploma
  • Comprovante Financeiro*
  • Comprovante de Residência na França**
  • Seguro de viagem internacional (cobertura total de 30 mil euros por 30 dias)

* É aceito como comprovante financeiro a totalidade do valor dos estudos em conta bancária internacional em nome do estudante (de no mínimo 615 euros mensais); carta de responsabilidades dos pais, junto com os últimos 3 contra cheques, declaração atual de imposto de renda ou aplicações.

** Residência estudantil, aluguel de casa ou carta convite de responsabilidade de alojamento, comprovante de residência do responsável, cópia de identidade ou passaporte e, no caso de estrangeiros, cópia do documento titre de séjour.

Em alguns casos de pedido de visto, principalmente para aqueles que desejarem fazer curso de francês, poderá ser solicitado o comprovativo do pagamento da Universidade ou do curso em sua totalidade.

E caso do estudante possui bolsas de estudos, como por exemplo Erasmus-Mundus, Eiffel ou Alban, deverá ser enviado também a carta de declaração da bolsa para estudar na França, com a descrição total do valor. Em alguns casos pode ser solicitado o envio da cópia da certidão de nascimento ou casamento (se for o caso), traduzida e juramentada.

O visto de estudos permite que o candidato trabalhe durante o período que estiver no país para tal. Porém, é necessário que a empresa contratante cumpra com algumas formalidades legais junto aos órgãos responsáveis, como por exemplo, o estudante só pode trabalhar por A legislação francesa autoriza que os estudantes trabalhem no máximo 964 horas por ano, uma média de 17 horas por semana.

Veja também: O que é preciso para morar na França

Quanto custa tirar o visto de estudante

Os vistos de curta estadia (cursos de francês, por exemplo, com duração menos de 90 dias) tem o valor de 60€ acrescidos da taxa CampusFranceO visto de longa estadia (cursos de línguas ou universitários, por exemplo, com duração maior que 90 dias) tem o custo de  50€ acrescidos da taxa CampusFrance. O valor desta taxa de cadastro é, atualmente, de R$ 400.

Informações úteis

De acordo com o próprio site CampusFrance, o custo de vida médio para estudar na França é de 600€ em cidades do interior e cerca de 1.000€ em Paris. Para encontrar uma residência estudantil, o portal reúne uma série de links para que o estudante encontre aquele que o atenda. Além disso, o portal disponibiliza e informa àqueles que pretendem estudar na França uma série de restaurantes (veja aqui) que oferecem refeições econômicas à partir de 3,20€ (valor referente ao ano letivo 2014/15).

Aproveite e confira aqui os links da Embaixada e dos respectivos consulados do Brasil:

Embaixada da França no Brasil

SES Av. das Nações – Lote 04, Quadra 801 – CEP 70404-90, Brasília-DF

Consulte o site. 

Consulado da França em São Paulo

Av. Paulista, 1842 – Torre Norte, 14º Andar – CEP 01310-923, São Paulo-SP

Consulte o site.

Consulado da França em Recife

Av. Conselheiro Aguiar, 2333 – Ed. João Roma, 6°Andar, Boa Viagem – CEP 51020-020, Recife-PE

Consulte o site.

Consulado da França no Rio de Janeiro

Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 – CEP 20020-010, Rio de Janeiro-RJ

Consulte o site.

Há também os centros de correspondência à Embaixada da França no Brasil que são:

Aracajú – www.afaju.com.br

Rua Pacatuba, 288 -A- Centro

Belém – www.afbelem.com

Travessa Rui Barbosa, 1851 – Batista Campos

Fortaleza – www.aliancafrancesa-fortaleza.com.br

Rua Catão Mamede, 900 – Aldeota

Goiânia – www.afgoiania.com.br

Rua 145, nº 424 – Setor Marista

João Pessoa – afjoaopessoa.com.br

Av. Gen. Bento da Gama, 396 – Torre

Juazeiro do Norte – www.schoenberg.com.br

Rua Edward Mclain, 05 – Santa Tereza

Maceió – www.afmaceio.com.br

Av. Humberto Mendes, 250 – Jaraguá

Manaus – www.aliancafrancesamanaus.com

Rua:Lauro Cavalcante, 250 – Centro

Natal – www.afrnatal.com

Rua Potengi, 459 – Petrópolis

Recife – www.af.rec.br

Rua Amaro Bezerra, 466 – Derby

Salvador – www.afbahia.com.br

Av. Sete de Setembro, 401 – Vitória

São Luís – www.afsaoluis.com.br

Rua do Giz,nº139 – Praia Grande

 

Veja também:

 

Facebook   Nosso grupo   Twitter   LinkedIn Youtube

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem