Não é de hoje que as muitas companhias aéreas adotam práticas bastante controversas visando lucro ao máximo. No entanto, algumas dessas medidas podem acabar em verdadeiros abusos contra os passageiros. Um vídeo divulgado no início desta semana está deixando os viajantes de todo o mundo chocados com o nível a que esta situação de desrespeito pode chegar. Nele, um homem é violentamente retirado de seu assento e obrigado a sair do avião. O motivo? Overbooking.

Versão da companhia aérea X versão das testemunhas

O caso aconteceu nos Estados Unidos no último dia 7. De acordo com relatos de testemunhas que estavam no avião, o voo da United Airlines estava superlotado e funcionários da companhia aérea procuravam quem quisesse fazer o desembarque voluntário. Como ninguém se manifestou, iniciou-se uma abordagem aleatória. Durante a mesma, o passageiro em questão recusou-se a ceder o seu lugar porque era médico e precisava atender pacientes na cidade de destino. Diante da negativa, autoridades policiais foram chamadas e retiraram o homem à força.

No vídeo que tornou-se viral é possível ver o homem sendo arrastado pelo corredor do avião sob protestos e gritos dos outros passageiros. A ação foi de tal forma violenta que, em uma das imagens, ele aparece sangrando e visivelmente desorientado, chegando mesmo a pedir que lhe matem.

Passenger Forcibly Removed From United Airlines Flight

UPDATE: A shocking new video shows the aftermath of the bloodied United passenger incident. https://yhoo.it/2nVKZ2e

Posted by Yahoo News on Monday, April 10, 2017

 

Em comunicado, a United Airlines reconhece que o voo estava em overbooking e que abordou cuidadosamente os passageiros em busca de voluntários. Segundo a companhia, foi inclusive ofertada uma recompensa de 1.000 dólares pelo transtorno. O homem em questão foi contido com uso de força porque descontrolou-se e tornou-se agressivo com os tripulantes que tentavam demovê-lo.

Mas afinal, o que é overbooking?

O chocante incidente com a United Airlines, infelizmente, poderia ter acontecido com qualquer outra companhia aérea, pois o overbooking é uma situação comum. Basicamente, as empresas vendem mais passagens aéreas do que os lugares que o avião tem. Assim, caso aconteçam cancelamentos e desistências, o voo estará sempre cheio.

Quando todos os passageiros comparecem para embarcar, a companhia tem que fazer um remanejamento. Geralmente, os últimos a fazerem check in são os premiados com uma mudança de voo. Enquanto nada muda no que diz respeito aos direitos do consumidor, as empresas limitam-se a aconselhar que o check in seja feito o quanto antes para evitar problemas.

Gostou deste artigo? Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]

Sobre o Autor

Redação

O Já Fez as Malas? é feito por e para brasileiros apaixonados por conhecer outras culturas, viagem, gastronomia e para quem sonha em morar fora.

Artigos Relacionados