Custo de vida na África do Sul em 2019

Pesquisar sobre o custo de vida na África do Sul é um dos primeiros passos quando se cogita o país para morar, estudar ou investir. Há quem diga que os preços são muito mais em conta que em qualquer outro país falante de inglês. Será mesmo?

O Já Fez as Malas? fez um levantamento que pode ser bastante útil para quem está se planejando para ir para a África do Sul. Seja por pouco ou muito tempo, é importante conhecer os custos locais antes de arriscar.

Custo de vida na África do Sul nas principais cidades

Claro que, como em qualquer outro lugar, o custo de vida na África do Sul varia de acordo com a cidade. Para ter uma visão um pouco mais ampla, reunimos os valores das despesas básicas em cinco das principais cidades do país: Joanesburgo, Durban, Pretória, Cidade do Cabo e Porto Elizabeth. Vale ressaltar que os valores expressos são médios e podem sofrer variações, devendo ser tomados apenas como fonte de informação e orientação.

Joanesburgo

Uma das cidades mais verdes do mundo, é também o principal centro econômico e cultural do país. Joanesburgo tem a maior população da África do Sul e não está nem perto do topo da lista de cidades com o custo de vida mais alto do mundo. Neste momento, ocupa a 277ª posição do ranking com 447 cidades. Lá, o salário médio mensal é de 17.696 randes, de acordo com o Numbeo.

Aluguel: Alugar um apartamento de um quarto no centro de Joanesburgo sai por, em média, 6.557 randes. Se a moradia for fora do centro, esse valor cai para 5.473 randes. Quem precisar de um apartamento maior, com três quartos, precisa estar preparado para desembolsar de 7.980 a 15.000 randes, dependendo da localização.

Contas: Enquanto isso, o valor mensal das contas para um apartamento com cerca de 85 metros quadrados fica por cerca de 1.302 randes. Esse valor refere-se a água, eletricidade, aquecimento e coleta do lixo.

Internet e telefone: Quando o assunto é telecomunicações, os pacotes mensais de internet e telefonia fixa ficam entre 700 e 1.500 randes, sendo que o preço médio é de 948,69 randes. O minuto de uma chamada local na telefonia móvel, por sua vez, fica por cerca de 1,79 randes.

Transporte: Para fazer uso do transporte público local, deve-se colocar no orçamento o bilhete individual a 29 randes ou o passe mensal a 733,50 randes, em média. Quem preferir deslocar-se de carro, encontrará o litro da gasolina por, em média, 15,99 randes.

Alimentação: Os gastos com alimentação estarão sempre entre os mais relativos, uma vez que cada um alimenta-se de uma forma muito individual. No entanto, de acordo com a média feita pelo Numbeo, para manter uma alimentação de cerca de 2.400 calorias diária é preciso ter, por mês, aproximadamente 2.519 randes.

Extras: Além do básico, existem sempre outros gastos que podem surgir com maior ou menor frequência. Uma consulta com um clínico geral, por exemplo, sai por cerca de 476 randes. Veja outros valores que podem ser interessantes de considerar no planejamento do orçamento.

  • 1 mês de academia: 490 randes
  • 1 bilhete de cinema: 80 randes
  • 1 hora de diarista: 73 randes
  • Mensalidade de uma creche particular: 3.558 randes

Durban

Segundo o Numbeo, o custo de vida de uma única pessoa em Durban ronda os 7.098 randes, o que a coloca na 322ª posição do ranking mundial nesse quesito. Na terceira cidade mais populosa da África do Sul, o salário médio mensal é de cerca de 15.053 randes, valor que fica bastante acima dos 3.500 randes de salário mínimo.

Aluguel: O aluguel de um apartamento de um quarto pode ficar entre 3.000 e 6.500 randes, sendo que os valores mais altos são para habitações no centro da cidade. Apartamentos de três quartos já podem ficar entre 6.500 e 15.000 randes.

Contas: Os custos com água, eletricidade, coleta de lixo e aquecimento podem encarecer muito o orçamento. Em algumas regiões, as contas da casa estão entre as despesas mais caras. Em Durban, o valor médio a desembolsar por esses serviços para uma moradia com cerca de 85 metros quadrados é cerca de 1.111 randes por mês.

Internet e telefone: Com aproximadamente 889 randes mensais, dá para ter acesso a um pacote de internet com uma velocidade bastante razoável e mais telefonia fixa. Já para telefonia móvel, o preço do minuto, sem descontos ou promoções, é de 1,89 randes em média.

Transporte: O valor do bilhete para uma única viagem de transporte público em Durban é de 15 randes. Já o preço dos passes mensais vão de 200 a 500 randes. Para investir em um carro próprio, vale saber que o preço do litro da gasolina sai por, em média, 15,60 randes.

Alimentação: Para manter uma dieta diária de aproximadamente 2.400 calorias, é preciso reservar uma média de 2.186 randes por mês. O Numbeo faz também um cálculo para quem decidir manter uma dieta asiática com o mesmo número de calorias. Nesse caso, o orçamento mínimo recomendado por mês é de 1.618 randes.

Extras: Os gastos extras dependerão sempre do estilo de vida de cada um. Independentemente disso, é sempre importante deixar uma quantia reservada para imprevistos. Veja abaixo os valores médios de alguns serviços em Durban.

  • Consulta com clínico geral: 413 randes
  • 1 mês de academia: 505, 81 randes
  • 1 bilhete de cinema: 80 randes
  • 1 mês de creche particular em período integral: 2.656 randes

Pretória

Conhecer os valores de Pretória é importante para se ter uma ideia geral do custo de vida na África do Sul. Esta, que é uma das capitais oficiais do país, é onde está localizada a sede do poder Executivo. O salário médio mensal em Pretória é de cerca de 16.826 randes e a cidade ocupa o 265º lugar no ranking mundial do custo de vida.

Aluguel: O preço médio do aluguel em Pretória não é muito diferente no centro da cidade e fora dele. Para um apartamento de 1 quarto, por exemplo, a média no centro é de 5.490 randes e em outras regiões é de 5.214 randes. O mesmo acontece se a habitação em questão for um apartamento de 3 quartos: 11.796 randes no centro e 11.438 fora dele.

Contas: De acordo com o Numbeo, para um apartamento de 85 metros quadrados, o custo com água, luz, eletricidade, gás, coleta do lixo e aquecimento ronda os 1.369 randes. No Expatistan, o valor médio encontrado para um apartamento com as mesmas especificações é 1.039 randes.

Internet e telefone: Os pacotes de internet e telefonia fixa em Pretória podem ir de 800 a 1.500 randes, sendo que o preço médio é de 1.085 randes. O minuto de telefonia móvel fica na base dos 1,61 randes.

Transporte: Os preço dos bilhetes e passes do transporte público de Pretória não estão entre os mais baratos da lista, antes o contrário. O bilhete individual custa, em média, 48,50 randes e o passe mensal pode ir de 900 a 2.500 randes.

Alimentação: A medida mais efetiva para economizar na alimentação é sempre cozinhar em casa e evitar ao máximo as idas frequentes a restaurantes. Para uma alimentação diária de cerca de 2.400 calorias, a previsão é de um gasto mensal de aproximadamente 2.475 randes.

Extras: O custo de vida na África do Sul pode não ser dos mais elevados, mas tudo depende das opções e das necessidades do dia a dia. Abaixo mais alguns valores médios que podem orientar o planejamento de quem pretende viver em Pretória.

  • 1 consulta com clínico geral: 420 randes
  • Jantar para duas pessoas em um restaurante em uma zona mais badalada: 529 randes
  • 1 mês de academia: 562 randes
  • Bilhete de cinema: 80 randes

Cidade do Cabo

A capital legislativa da África do Sul, além de beleza, tem muita história para contar. É uma das maiores cidades do país em termos territoriais e também na quantidade populacional. O salário médio mensal na Cidade do Cabo ronda os 18.497 randes e a cidade está na 291ª posição na listagem internacional do custo de vida.

Aluguel: Se em Pretória, a diferença no preço dos alugueis é mínima, na Cidade do Cabo ela é bastante relevante. O aluguel de um apartamento de 1 quarto pode ir de 5.000  a 15.000 randes, sendo que a média é de 7.151 randes para fora do centro da cidade e 10.696 para o centro da cidade. Os apartamentos de 3 quartos ficam entre 11.000 e 35.000 randes por mês.

Contas: No Numbeo, o preço médio definido para as despesas de um apartamento de 85 metros quadrados é de 1.102 randes. Esse valor inclui aquecimento, água, luz e coleta do lixo.

Internet e telefone: Ficar sem telefone e internet em casa é algo difícil, especialmente para quem vai morar longe da família. Por isso, vale colocar no orçamento uma média de 928 randes para esse tipo de pacote de serviço. As chamadas feitas a partir de telefone celular custam cerca de 1,69 randes por minutos.

Transporte: O transporte público de Cidade do Cabo tem valores a partir de 10 randes para o bilhete individual. Quem precisar de passe mensal, os preços vão de 280 a 652 randes, sendo que a média é de 400 randes. Já os que optarem por ter carro próprio, encontrarão o litro da gasolina a uma média de 15,60 randes.

Alimentação: Para manter uma alimentação adequada, de cerca de 2.400 calorias diárias, uma pessoa precisa de cerca de 81,59 randes por dia. Segundo o Numbeo, isso dá, no fim do mês 2.529 randes (contando que o mês seja de 31 dias).

Extras: Com um custo de vida levemente mais elevado que São Paulo, Cidade do Cabo não deixa a desejar no quesito oferta de serviços. Saiba outros preços que podem interessar.

  • 1 mês de academia: 498 randes
  • Almoço básico para uma pessoa em um restaurante econômico: 104 randes
  • 1 hora de diarista: 44 randes
  • Mensalidade de creche em período integral: 3.141 randes

Porto Elizabeth

Conhecida internacionalmente pelas suas belas praias, Porto Elizabeth é considerada a cidade mais amigável da África do Sul. É lá que estão alguns dos principais museus do país sobre o período assombroso do apartheid. O salário médio mensal é o mais baixo entre as cidades já citadas: cerca de 12.532 randes, já com impostos descontados.

Aluguel: O preço dos alugueis em Porto Elizabeth pode ser inflacionado em determinadas zonas, especialmente por se tratar de uma cidade turística. Locar um apartamento de 1 quarto no centro da cidade, por exemplo, pode custar de 2.800 a 5.000 randes, sendo que a média é de 3.681 randes. Um apartamento de 3 quartos, dependendo da localização, pode custar de 4.800 a 12.000 randes.

Contas: Para manter um apartamento de aproximadamente 85 metros quadrados, é recomendado um orçamento médio de 1.013 randes por mês para as contas. Esse valor cobre os gastos com água, eletricidade, gás, aquecimento e coleta do lixo.

Internet e telefone: Para ter internet e telefone em casa, é possível encontrar pacotes do serviço que vão dos 600 aos 1.200 randes. Já para telefonia móvel, sem pacote e sem promoções, o preço do minuto ronda os 2,57 randes.

Transporte: Depender de transporte público em Porto Elizabeth custa, em média, 14 randes por bilhete individual e 460 randes por passe mensal. Se a ideia for ter carro próprio, além de outras coisas, é preciso considerar o preço do litro da gasolina, que sai por, em média, 15,31 randes.

Alimentação: Os gastos com alimentação podem variar muito, dependendo do tipo e se é feita basicamente em casa ou em restaurantes. O Numbeo recomenda que, para manter uma dieta diária de aproximadamente 2.400 calorias, é necessário reservar pelo menos 2.329 randes por mês.

Extras: Apesar de ser um local que atrai muitos turistas todos os anos, Porto Elizabeth ainda conserva alguns preços de serviços razoáveis, ou pelo menos, não muito mais caros que a média nacional. Veja abaixo os valores de alguns extras:

  • 1 hora de diarista: 103 randes
  • 1 viagem de táxi de 8 km, tarifa básica: 111 randes
  • 1 consulta com clínico geral: 445 randes
  • 1 mês de academia: 459 randes

 

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Envie dinheiro para o exterior com a melhor taxa de câmbio!
Abra uma conta grátis na TransferWise

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos