Brasil e França assinam acordo que facilita intercâmbio e trabalho para jovens

Se você tem entre 18 e 30 anos e sempre sonhou em passar uma temporada na França, temos boas notícias! Os governos do Brasil e da França selaram um acordo bilateral que objetiva facilitar o intercâmbio entre jovens dos dois países. O melhor é que, além da oportunidade de ir além das fronteiras, os selecionados poderão trabalhar durante o programa. Segundo a Embaixada da França no Brasil, essa é uma forma única de “efetuar uma viagem de descoberta cultural” e ainda adquirir experiência profissional.

Como funciona o programa Férias-Trabalho

O visto especial tem a duração máxima de 1 ano, não pode ser prorrogado e nem alterado durante a estadia. O pedido deve ser feito junto à embaixada ou repartição consular francesa. De acordo com o site oficial da instituição no Brasil, o acordo entra em vigor a partir do dia 1º de março deste ano.

A resolução entre os 2 países demorou mais de 4 anos para ser finalizada, uma vez que as negociações começaram ainda no fim de 2013. A possibilidade é válida também para franceses que queriam passar uma temporada no Brasil nas mesmas condições.

Os candidatos não recebem qualquer ajuda de custo dos governos, pelo que precisam ter meios de subsistência até conseguirem trabalho. A Embaixada, em nota sobre o acordo, não menciona qualquer interferência nas vagas de emprego ou processos seletivos de que o intercambista venha a participar. A única referência é à possibilidade da duração do trabalho em um mesmo empregador ser limitada.

Além de estar dentro da faixa etária estabelecida, é preciso ainda cumprir outros requisitos, tais como:

  • Não ter sido beneficiado por esse programa no país em questão;
  • Não ter crianças sob os seus cuidados na época da viagem;
  • Ser titular de um passaporte válido;
  • Adquirir passagem aérea de volta ou provar que tem condições financeiras de arcar com esse custo;
  • Dispor de recursos financeiros para se manter no país até conseguir um posto de trabalho;
  • Apresentar uma carta de motivação e um currículo;
  • Apresentar um atestado médico e um certificado de nada consta;
  • Dispor de um seguro de saúde que cubra todos os riscos ligados a doença, gravidez, invalidez, hospitalização e repatriamento durante a estadia.

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30"]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/[/su_service]h6>

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos