Esses dias, estava planejando a mala de uma cliente que vai passar 2 semanas pela Europa e achei que fazia todo o sentido trazer o assunto para cá, afinal!

Muita gente se surpreende quando eu digo que o meu guarda-roupas inteiro cabe dentro de uma mala de viagens e por isso não tenho dificuldade em montar malas para mim mesma, mas a verdade é que com um pouquinho de paciência e algumas estratégias, ninguém precisa tornar essa parte das viagens tão dramática.

Por isso, vou te dar 5 dicas que vão fazer a diferença na hora de arrumar as suas coisas, algumas delas que você provavelmente não tinha pensado antes!

  1. Você não precisa ter um armário cápsula

Sim, tudo começa pelo seu armário e eu vou sempre bater nessa tecla: ter um armário que funcione pra você e pro seu estilo de vida é sempre o primeiro passo, por isso você precisa esquecer a ideia de guardar 4 casacos de neve quando curte mesmo é uma praia.

Armário enxuto vai te ajudar a encontrar o que você precisa mais facilmente, mas você não precisa se jogar nas tais das cápsulas, que viraram moda por aí. Digo isso porque embora o meu armário seja sucinto, não sou muito favorável a essa técnica. Não do jeito que eu vejo por aí, pelo menos.

Eu já levantei alguns pontos sobre isso nesse vídeo aqui:

  1. Planejamento é essencial, mas você não precisa ser a louca da organização

O planejamento é importante, mas ele não deve te limitar! Especialmente se você estiver viajando de férias. O que você precisa fazer é pegar o roteiro da viagem que você já tem aí e escolher algumas opções que se encaixem.

Nada de montar looks certinhos para cada lugar, nada de engessar suas possibilidades

Eu considero 3 informações importantes aqui: o clima previsto, a cultura do lugar e o tipo de passeio.

  1. Vai na manha com a reserva

Pesquisar o clima é importante por motivos óbvios, mas é sempre legal levar uma troca de roupas caso o clima resolva mudar drasticamente. Em climas extremos, uma opção é mais do que suficiente: ou seja, um casaco e uma calça para quando você vai para a praia e um shorts ou um vestidinho leve para quando você vai para um lugar mais frio.

O mesmo vale para peças “de oportunidade”. Você não planejou jantar em algum lugar mais chique ou o hotel nem tem piscina, mas vai que alguém te convida inesperadamente? Por isso, é legal ter uma roupa de banho e um jogo de acessórios (bijuterias e sapato) mais arrumado em mãos. O biquíni pode ir por baixo de qualquer roupa e os acessórios servem podem mudar completamente um look mais basiquinho.

  1. Deixe a fantasia de turista em casa

Além de dar um bom e velho Google nos costumes gerais da região, eu lanço mão da busca por geolocalização do instagram para entender como as pessoas se vestem em um restaurante ou outro local específico.

Eu sei que o título do vídeo abaixo diz sobre “entrevista de emprego”, mas nele explico a lógica dessa dica, que vai impactar toda a sua vida.

  1. Mala versátil não precisa ser neutra e sem graça

Eu sei, você já viu outras pessoas falando sobre como a mala perfeitamente versátil precisa de roupas neutras. Aquela coisa de levar um jeans, uma camisa branca, uma calça preta e um blazerzinho e mudar a cara dessas peças com os acessórios.

Essas peças são realmente fáceis de combinar entre si, mas não necessariamente elas combinam com você. Então é hora de redefinir “peça versátil”!

Versátil é aquilo que combina com você e com o seu armário inteiro, não interessa a cor ou o formato. Por anos, a minha peça mais básica foi uma calça verde, que eu usei até que se desfizesse.

Se você duvida que as peças coloridas ou estampadas podem render uma porção de coordenações, eu sugiro que você dê uma passeada pela série #1peca30looks do meu instagram. Nas 2 rodadas já publicadas, eu montei 30 looks com uma calça pink e 30 looks com uma saia de estampa PB!

Deu pra perceber que com um pouco de carinho e planejamento você consegue montar uma mala bem bacana, fácil de carregar e que não te faz perder 3h no hotel decidindo o que vestir?

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Érica MinchinSiga também o site da Érica.

Veja também:

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Érica Minchin

Profissional de consultoria de imagem e apaixonada por viagens, acredita que as roupas podem facilitar nossa comunicação com o mundo e ilustrar as melhores lembranças. Busca ajudar na construção de um estilo pessoal que seja adaptável mesmo às viagens e mudanças.

Artigos Relacionados