Como fazer High School nos Estados Unidos em 2018

Ao contrário do que muitos pais podem imaginar, uma experiência no exterior não está limitada somente a maiores de 18 anos. Afinal, jovens em período letivo podem sim ingressar em um High School nos Estados Unidos, por exemplo.

Equivalente ao Ensino Médio, a média de idade para ingressar nesse programa fica entre 14 e 18 anos, de forma que o jovem poderá cursar um trimestre, semestre acadêmico (5 meses) ou um ano completo (10 meses), dependendo do objetivo e disponibilidade.

Como funciona o High School nos Estados Unidos

Aos que se encontram cursando o Ensino Médio ou prestes a ingressar no primeiro ano, essa é a oportunidade para aplicar ao processo de candidatura em um High School nos Estados Unidos.

Não somente uma experiência cultural, o interessado nesse programa terá a oportunidade de vivenciar a rotina de um jovem nos Estados Unidos, morando em uma casa com famílias reais ou em alojamentos estudantis, frequentando colégios públicos ou privados e passando pelos desafios e prazeres que um longo período longe de casa deverá proporcionar.

Além dos benefícios pessoais que a cultura e a vivência apresentarão ao jovem, este retornará ao seu país com o inglês fluente e uma rica bagagem para acompanhá-lo em sua jornada universitária e profissional.

Lembrando que não é obrigatório ao candidato ter fluência ou mesmo algum nível mais avançado no inglês – entretanto um conhecimento intermediário é recomendado para que o jovem tenha uma boa experiência no exterior.

Considerando férias de verão e inverno, os períodos de embarque costumam acontecer entre os meses de julho e agosto ou janeiro e fevereiro. Portanto, o estudante poderá aproveitar esses meses e emendar um intercâmbio de idiomas antes de ingressar no programa de High School.

Quanto custa fazer High School nos EUA

Geralmente os custos de um High School nos Estados Unidos costumam variar de acordo com a agência escolhida ou programa de intercâmbio contratado, mas ao contrário das opções voltadas a adultos, estudar no país costuma ser mais barato e menos burocrático.

Com valores que vão de US$ 7 mil a US$ 14 mil, é possível estudar em escola pública nos Estados Unidos incluindo despesas acadêmicas, hospedagem em casa de família, seguro saúde, transfer do aeroporto até a host family e também algumas reuniões de orientação e suporte ao estudante dentro do programa de intercâmbio. Se a escola de eleição for particular, o preço é bem mais alto: um semestre normalmente não sai por menos de US$ 20 mil.

Além do gasto descrito acima, a família do jovem deverá arcar com os custos de passagens aéreas (ida e volta), almoços na escola, itens diversos relativos à higiene e vestuário, além das despesas com material escolar, livros e outros. Geralmente recomenda-se um depósito mensal entre US$ 200 e US$ 300, dependendo da cidade, para garantir o conforto do estudante. Em alguns casos, esse valor mensal pode cair pela metade. O pagamento pode ser efetuado através de um depósito em cartões do tipo Visa Travel Money, que estará em poder do estudante durante todo o período e oferecerá maior controle aos pais.

Caso optem por aplicar a um processo de bolsa de estudos, a Fundação Estudar e a World Study costumam oferecem anualmente um processo de seleção para esse tipo de programa de intercâmbio.

Outra opção está no programa Global Citizens of Tomorrow, uma iniciativa que oferece bolsas de estudos a jovens com renda familiar de até seis salários mínimos e de excelente desempenho acadêmico (cursado em escola pública ou bolsista em instituição particular).

Candidatura

Para se candidatar a um programa de longa duração como o High School nos Estados Unidos, o jovem menor de 18 anos precisará da autorização e acompanhamento de um responsável durante todo o processo, que costuma ser indicado para começar no mínimo 6 meses antes do embarque.

Em agências de intercâmbio, antes da matrícula o candidato precisa realizar um teste de inglês – em caráter não eliminatório – para que seja avaliada a sua proficiência no idioma. Após o teste será possível dar início ao procedimento de matrícula, providenciando uma espécie de dossiê, onde constarão todos os dados pessoais e acadêmicos do estudante.

Através desse documento, a agência fará o intermédio entre o jovem e a família hospedeira mais próxima dos interesses e necessidades do estudante – isso inclui localidade, características pessoais do estudante e outras informações.

Com toda essa documentação em mãos, o candidato e seu responsável deverão escolher entre algumas modalidades, podendo elas influenciarem no custo e na metodologia de ensino abrangidas – veja as opções:

  • Escola Pública: A escolha mais popular entre os jovens que aplicam ao programa, é indicado para estudantes que não se importam com a localidade do país onde irão ficar. Nessa opção, fica-se em casa de uma família voluntária, estudando em escola pública.
  • Distrital: Nessa opção o estudante pode escolher a cidade, o distrito escolar e, em algumas ocasiões, até mesmo a escola em que deseja estudar. A educação ocorre em escola pública, mas a família que receberá o jovem será beneficiada com uma ajuda de custo.
  • Particular: Por fim, essa opção permite ao estudante ser matriculado em uma escola particular, ficando hospedado na casa de uma família anfitriã ou na própria escola, em um sistema de república. Essa alternativa é recomendada para jovens que tem como foco o desenvolvimento acadêmico, desejando um preparo específico para ingressar em universidades no exterior.

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30"]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/[/su_service]h6>
Envie e receba dinheiro nos Estados Unidos sem conta bancária!
Abra uma conta grátis na TransferWise agora mesmo

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos