9 dicas e cursos para melhorar o seu inglês intermediário

Quem tem um nível de inglês intermediário normalmente consegue se comunicar e compreender a língua, mas ainda não atingiu a fluência. É uma pessoa que consegue fazer um pedido em um restaurante, por exemplo, ou pedir informações na rua e até redigir e compreender textos simples. Para uma viagem, é um nível mais do que suficiente, mas, quem pretende garantir a fluência seja por que motivo for, precisa ir além.

Dicas para otimizar o inglês intermediário

Para transformar o inglês intermediário em fluente será preciso, inevitavelmente, estudar e praticar. O aprendizado de uma nova língua requer exercício e dedicação, é como um músculo que precisa estimulado para que se desenvolva. Mesmo sem a frequência em um curso presencial e o acompanhamento de um professor, é possível “subir” de nível de forma praticamente independente e até gratuita.

Veja abaixo algumas dicas para impulsionar o seu inglês intermediário e seguir rumo à tão desejada fluência.

Ouça podcasts

Os podcasts estão a tornar-se cada vez mais populares na difusão de informação e o debate, mas também podem ser uma excelente ferramenta de aprendizado para quem tem o nível de inglês intermediário. O aluno pode tanto escolher programas e séries em inglês que tratem de temas mais corriqueiros e atuais ou optar por canais focados especificamente no treino do idioma. O objetivo é adaptar a percepção auditiva do inglês. Quanto mais ouvir, mais ágil será o entendimento e melhor será o conhecimento da pronúncia correta das palavras.

No site English Class 101, por exemplo, é possível escolher o nível em que está e receber uma série de podcasts para o treino do vocabulário. Há ainda um fórum de discussão onde se pode debater com outros alunos as temáticas das lições recebidas. O Spotify tem uma série de opções também, como o Espresso English Podcast e o Luke’s English Podcast, mais focado no inglês britânico.

Invista em aplicativos

Os aplicativos são ainda mais populares e variados que os podcasts. Cada um com a sua função, prometem facilitar a vida do usuário através do smartphone. Para quem tem o inglês intermediário, esse tipo de ferramenta pode ajudar a ampliar o vocabulário de forma descontraída e até a se conectar com falantes nativos do idioma.

O Duolingo já é bastante popular no mundo todo e continua a ser um bom suporte se combinado com outras formas de estudo. No Hello Talk é possível falar com nativos através de mensagens de texto, de voz e vídeo. Além de praticar a conversação, é uma maneira leve de, quem sabe, fazer amigos de outros países. Quer interação, mas sem necessariamente falar com outras pessoas? O Speaking Pal, que pode ser instalando também no desktop, proporciona uma experiência divertida com um personagem em vídeo.

Assista filmes e séries em inglês

A melhor forma de otimizar o inglês intermediário é tornando a língua o mais presente possível na rotina. Assim, é possível criar uma proximidade com o idioma e o exercício se tornará mais natural. Isso isgnifica também incluir a prática em momentos de lazer como, por exemplo, ouvir música ou assistir filmes e séries.

A ideia é tentar acompanhar o áudio original sem o auxílio das legendas em português. Se ficar muito complicado, não vale desistir. Antes disso, coloque as legendas em inglês para ficar um pouco mais fácil. Assim, terá contato com o idioma na velocidade em que ele é falado pelos nativos, conhecerá expressões novas de uso habitual e ainda exercitará mais a escuta.

Acompanhe as notícias

Com o inglês intermediário, normalmente já se compreende e reproduz bem a linguagem cotidiana, mas é importante contactar com outras formas de se expressar. Não é preciso, por exemplo, recorrer a textos acadêmicos nessa fase. Ler notícias e artigos de opinião no idioma é interessante para ampliar um vocabulário mais formal. Também é uma mais valia para manter-se atualizado e conseguir variar os temas de uma conversa.

Sites de meios de comunicação com a BBC, The New York Times, The New Yorker e The Guardian são boas referências.

Pratique a escrita

Quando se pretende alcançar  a fluência em um idioma, deve-se praticar para desenvolvê-la em todas as valências e a escrita é uma bem importante. Uma pessoa que possui o nível de inglês intermediário consegue fazer textos simples com um vocabulário limitado até certo ponto. O exercício é a melhor forma de fazer com que escrever na outra língua se torne mais fácil, fluido e natural.

Praticar com um suporte especializado é ainda mais vantajoso. A ferramenta Write and Improve da Universidade de Cambridge, por exemplo, estimula o estudante a enviar os seus textos para serem revisados e corrigidos. O processo é automático e garante um feedback em questão de segundos, mostrando os erros cometidos na redação.

Faça um plano de estudos

O estudante deve colocar o inglês na sua vida como se fosse uma disciplina mesmo da escola o da faculdade. Mais do que estudar para ter nota, deve-se estudar para aprender e levar para sempre. Vale reservar um tempo diário para focar em algum tema específicio, por exemplo escrita, pronúncia ou escuta. Vinte minutos por dia são suficientes para praticar. O importante é fazer disso uma rotina, um hábito. Como já foi falado anteriormente, o idioma precisa ser exercitado para evoluir.

Otimize a pronúncia

Falar é importante, mas falar corretamente é fundamental. Muitas vezes, o sotaque pode fazer com que a pronúncia das palavras não seja a melhor, por isso, mais uma vez, é importante exercitar. Vale lembrar também que, tal como acontece com o português e com todas as outras línguas, o inglês muda de acordo com a localização geográfica. Dependendo de onde o idioma é falado, sofre alterações e isso pode influenciar também no aprendizado.

Nesse processo, existem canais e plataformas que focam na pronúncia e em exercícios para desenvolvê-la da melhor forma possível. A ferramenta mais conhecida é a engVid, um site com centenas de videoaulas ministradas por professores nativos e nos diferentes níveis de inglês. Entre os canais, destacam-se o MmmEnglish, o Canal Tim Explica, Carina Fragozo e Anglo-Link.

Inscreva-se em cursos online gratuitos

Os cursos gratuitos não são voltados apenas para quem tem o nível básico de inglês e está dando os primeiros passos no aprendizado do idioma. Sem gastar dinheiro e sem sair de casa, é possível melhorar o conhecimento no idioma com aulas através da internet. O progresso será certamente ainda mais rápido e efetivo se as dicas anteriores também forem colocadas em prática.

Abaixo estão alguns links de cursos inteiramente grátis que podem ser iniciados a qualquer momento e levados no ritmo do estudante.

Faça um intercâmbio

A melhor e mais rápida forma de atingir a fluência é, sem dúvida, investindo em uma experiência imersiva no idioma. Essa é maior vantagem de um intercâmbio para quem tem o nível de inglês intermediário. Como o aluno já conhece a língua, o aprendizado “só” precisa ser acelerado e aprofundado, algo que acontece com mais facilidade quando, além de assistir aulas, se convive com a língua no cotidiano.

A temporada fora do país “força” o estudante a, de fato, colocar em prática os seus conhecimentos no inglês e a se tornar mais autoconfiante. Mesmo que a pronúncia não seja perfeita e que muitas frases fiquem pelo meio, o exercício constante torna até o raciocínio mais rápido. Além disso, o intercâmbio é uma excelente forma de contactar com pessoas de diferentes nacionalidades e fica sempre muito bem no currículo.

São diversas as opções de destinos e é possível até economizar no investimento de acordo com o destino da experiência. Estudar nos melhores cursos também pode fazer a diferença neste momento e trazer resultados ainda mais rápidos.

 

Acompanhe mais dicas no FacebookInstagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria

Quer fazer intercâmbio?
Faça seu orçamento online agora mesmo!

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos