Como conseguir uma bolsa para intercâmbio no exterior

Olá amigos, muito feliz em poder compartilhar com vocês mais uma experiência! Na coluna de hoje vou tentar falar um pouco de uma coisa que muitas pessoas me perguntam e tem dúvidas. Como ser aprovado com bolsa em um intercâmbio no exterior?

Essa foi umas das perguntas que me fiz durante muito tempo antes de conseguir estar onde estou. E de fato, parece que há poucas informações sobre isso. Bem, para esclarecer, sou bolsista do programa Santander Universidades de bolsas Íbero-Americanas. O programa foi criado em 2011 e tem por objetivo promover intercâmbio acadêmico para alunos de graduação em 10 países da região Íbero-América.

Como consegui a bolsa

Na graduação sempre tentei aproveitar dos vários recursos existentes, participei de monitoria, projeto de iniciação científica, projeto de extensão, grupo de pesquisa, organização e participação em eventos acadêmicos, e acho que isso ajudou bastante em minha seleção, devido ao fato desses títulos contarem como pontuação de peso na seletiva do processo que participei.

Parece que a vida nos leva a caminhos que jamais imaginaríamos percorrer, quando dei por mim, tinha todo um alicerce que poderia me fazer conseguir conquistar este sonho. Logo no início do ano de 2016 comecei a investigar as formas de avançar em outros horizontes, foi quando conheci a proposta do Santander e comecei a ver se haveria algum vínculo com minha Instituição de ensino. Ao ver que haveria possibilidade, comecei a organizar todos os documentos necessários para o início da seleção, através do edital que já se encontrava aberto na minha faculdade.

Sobre o edital

O edital para seleção consistia em três fases, a primeira seria análise de títulos e histórico escolar, a segunda foi uma redação dissertativa com título definido pela Instituição e a terceira fase foi uma entrevista com os coordenadores da seleção institucional. Após todo esse processo, 8 (oito) pessoas foram convocadas na faculdade que estudo e para minha felicidade eu estava entre elas. Este foi um dos momentos em que mais me senti feliz por tudo que havia feito na faculdade.

Pode ser que na sua faculdade a seletiva seja realizada de forma diferente, isso pode variar de faculdade para faculdade. Mas o mais importante é que você esteja preparado para uma seletiva mais rigorosa, sem falar que ter em seu currículo com atividades acadêmicas é algo que não só lhe beneficiará em processos seletivos de intercâmbio, como também em oportunidades de estágios e profissionais.
É interessante que você procure sempre estar à frente do que lhe é proposto, claro, sempre respeitando seus limites! De nada adianta fazer mil coisas na faculdade e não ser bom em nada. Acho que quando começamos a nos identificar com algum caminho acadêmico as coisas surgem e nos moldam de forma tranquila.

Eu sempre gostei de participar e interagir com o que me interessava, logo nos primeiros períodos da graduação já tinha minha carga complementar de histórico escolar completa. Isto devido às atividades que participava. Além disto, tive a imensa sorte de ser acompanhada e orientada por profissionais de excelentíssima qualificação. É muito gratificante quando encontramos no meio acadêmico, professores que são capazes de te orientar de forma a conseguir enxergar em você um potencial escondido.

Determinação

Como sempre digo, na vida precisamos de oportunidade e determinação, é lógico que uma pode surgir independente da outra ou você ter mais uma que a outra. Mas quando há o equilíbrio entre ambas tudo fica mais simples. Nem sempre alçar voos é fácil, mas se você sempre pensar em pontos negativos ficará no limbo e as oportunidades irão passar.

Termino este texto ressaltando que existem diversas formas de você realizar um intercâmbio ou algum tipo de mobilidade acadêmica no exterior através de outros programas, em minha página do facebook Falando Academicamente sempre estou compartilhando algumas oportunidades que surgem e a propósito, à seleção de bolsas Íbero-Americanas já está aberta no site Santander Universidades.

Espero que tenham gostado, até a próxima!

Alexsandra Leite.

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Falando Academicamente.

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos