Morar na Colômbia: como trabalhar, estudar e qual o custo de vida

A Colômbia está a cerca de seis horas do Brasil e seu clima tropical atrai não só turistas como brasileiros acostumados com o ambiente e que procuram um custo de vida mais barato. Estudar espanhol ali também pode ser uma boa pedida: o idioma é facilmente entendido e, dependendo da região, possui poucos sotaques.

Pensando em estudar, trabalhar ou simplesmente morar na Colômbia por um tempo? Veja o que é preciso.

Como morar na Colômbia

Para morar na Colômbia, é preciso ter um visto de Negócios (NE), Temporário (TP) ou Residente (RE). Brasileiros podem visitar o país sem necessidade de visto por até 180 dias. Depois desse período, é preciso ter alguma permissão específica.

Se a pessoa for para lá como cônjuge de um colombiano, ela deve tirar o visto TP10, que tem duração de três anos e, mais tarde, aplicar para o visto RE.

Para quem ainda não tem um trabalho ou curso em vista, a autorização de residência chamada de TP15 é destinada estrangeiros de países integrantes do Mercosul e é uma das formas de conseguir ficar no país por mais de seis meses. Essa permissão custa US$211 e é válida por dois anos.

Depois disso, é possível aplicar para a autorização de residência permanente (RE). O documento tem um custo de US$391 e o candidato deve provar que possui vínculos no país por meio de documentos.

Cidadãos latino-americanos ainda podem solicitar a nacionalidade colombiana por naturalização. Para isso, é preciso ter residido no país por pelo menos um ano ininterruptamente antes da solicitação.

Trabalhar na Colômbia

A melhor forma de ir a trabalho para a Colômbia é conseguir um emprego em uma companhia instalada no país. Também é possível conseguir uma transferência em uma multinacional.

Independentemente do caso, será preciso obter um visto específico para trabalhar, o TP4. Além dessa permissão, existem também quatro tipos de vistos para negócios (NE) que podem envolver tanto empreendedores que queiram abrir um negócio no país ou para representantes de multinacionais.

A autorização TP4 tem um custo de US$245 para ser emitida e é necessário entregar os seguintes documentos para análise:

  • Passaporte original e cópia
  • Contrato indicando duração do trabalho, acordo de vinculação, mudança ou transferência, salário, cargo, funções e especificações que o contratante ou empregador se comprometa ante o Governo nacional, ao término do contrato
  • Certificado de existência e representação legal ou documento válido que acredite a pessoa jurídica se for o caso, quando o contratante ou empregador seja pessoa jurídica, expedido dentro dos três meses anteriores a solicitação do visto
  • Certificado do Ministério de Proteção Social onde conste que com a incorporação do estrangeiro se respeita a proporcionalidade entre trabalhadores nacionais e estrangeiros, de acordo com o estabelecido no Código Sustantivo del Trabajo, salvo quando se trate de grupo artístico, cultural ou esportivo
  • Três fotos 3×4 coloridas, de frente, sem data, e com fundo branco

Estudar na Colômbia

A Colômbia é uma das opções mais baratas para estudantes que desejam aprender espanhol. Mas, a terra de García Marquez também é procurada por quem deseja obter um ensino superior multicultural e de qualidade. O país conta com 20 universidades públicas e oferece mestrado em áreas diversas como marketing, finanças, saúde e engenharia

Para estudar em uma instituição colombiana o aluno estrangeiro precisa solicitar um visto de estudante, o TP3 – mesmo que ele vá por uma bolsa ou intercâmbio. É necessário preencher este formulário e apresentar os seguintes documentos:

  • Passaporte original com validade mínima para 180 dias e cópia da página com a foto e dados do requerente
  • Carta do solicitante ou de quem for financeiramente responsável pelo aluno acompanhada de comprovante de renda onde conste pelo menos 10 salários mínimos colombianos nos últimos seis meses
  • Carta de aceitação da universidade ou atestado de matrícula na universidade ou instituição de ensino da Colômbia

A taxa para o visto de estudante no país é de US$51. Quem tem esse visto tem permissão para morar na Colômbia por um ano, com opção de renovação.

Custo de vida

O custo de vida na Colômbia é 29,22% mais barato que no Brasil, de acordo com um levantamento feito pelo Numbeo. A moeda que circula no país é o peso colombiano, que equivale a R$0,0012 centavos (segundo cotação do dia 13/02/2016*).

O salario mínimo no país em 2016 é de 689 mil pesos mais 77 mil em auxílio transporte, embora a média calculada pelo Numbeo seja de 962 mil pesos. Para se ter uma ideia do quanto esse dinheiro pode render, um apartamento de um quarto no centro da cidade custa entre 500 mil e 1,3 milhões de pesos. As contas domésticas podem chegar a 232 mil pesos.

Vale a pena morar na Colômbia?

A Colômbia possui um idioma simples de aprender para quem fala português – o espanhol, e o clima tropical do país também pode atrair aqueles que gostam de frequentar praias.

As badaladas noites de Bogotá também não deixam a desejar para quem deseja uma vida noturna agitada. Como se trata de um dos países mais populosos da América Latina, a infraestrutura não deixa a desejar nas grandes cidades.

O país é de fácil adaptação, tem uma culinária relativamente parecida com a do Brasil e vale a pena estudar o espanhol colombiano – um dos mais fáceis de entender. O fato de se estar em um território dentro do mesmo continente facilita as viagens para o Brasil e também as visitas de familiares, que não precisam tirar visto de turista.

Curiosidades

A Colômbia possui a terceira maior população da América Latina, depois de Brasil e México, com 50 milhões de habitantes. E a miscigenação está presente em toda essa população: desde descendentes de indígenas até negros e espanhóis.

Na Colômbia, não existe feriado em meio de semana: os dias festivos são remanejados para segunda ou sexta-feira. O país é o primeiro produtor latino-americano de carvão e maior produtos mundial de esmeraldas – mais de 95% da produção global da pedra saem de lá.

No último ano, a Colômbia ganhou os holofotes no Netflix após a série original da produtora chamada Narcos ir ao ar. A trama fala do famoso traficante de drogas Pablo Escobar, morto nos anos 90. Mesmo antes do seriado, suas fortalezas e residências são visitadas como atrações turísticas na cidade de Medellín.

Veja também:

Facebook   Nosso grupo   Twitter Youtube

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30"]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/[/su_service]h6>

Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos