Trabalhar fora do país é um desejo que muitos profissionais anseiam. A busca por novas possibilidades na carreira, a vontade de ser bem-sucedido, viver uma nova cultura e desejo de respirar novos ares são alguns motivos que fazem pessoas saírem da zona de conforto de um emprego estável no seu país para desbravar o mundo. Nós do Já Fez as Malas vamos te dar uma mãozinha para encontrar empregos no exterior.

Antes de tudo: pesquise, pesquise e pesquise!

Muitas mudanças surgem e nem sempre é fácil morar em outro país. Considere tudo: o visto necessário para trabalho, quais são as regras de visto, a quantidade de impostos que você precisaria pagar, o custo de vida e o clima (sim ele também é importante), pois se está acostumado com o calor 40º C do Rio, morar na Rússia não vai ser das tarefas mais fáceis. Prepare-se!

Veja como tirar o visto americano

O famoso QI entra em cena

Quando decidir o lugar onde quer trabalhar no exterior, faça sua pesquisa online e offline. Embora a internet seja o modo mais eficaz e fácil de pesquisar as vagas disponíveis no mercado, sua rede de contatos (o amigo do amigo da sua tia também serve) também pode oferecer grandes oportunidades, além de dar dicas sobre a cidade e como é viver no local.

Desenvolva suas habilidades

O país que você escolheu para trabalhar no exterior tem um idioma diferente do seu? Considere fazer um curso básico antes de sair se aventurando. Por mais que saiba o inglês, estar familiarizado com o idioma local é de grande ajuda. Tente entender o que o mercado pede e ver o que as empresas estão esperando dos candidatos e vá atrás.

Não atire para todos os lados

Focar em um tipo de vaga, na sua área, pode ajudá-lo a ter mais sucesso a longo prazo. Isso mantém a sua busca objetiva e com energias focadas, sem esforço em vão e sem desespero. Pense que será um emprego que você passará boa parte do seu tempo nele, portanto tem que ser algo prazeroso que te agregará de alguma forma.

Veja como é currículo ao redor do mundo

Os 11 principais sites para procurar empregos no exterior

Excelente para promover intercâmbio de informações sobre o local desejado e formas de trabalho.

Muita oferta pelo mundo inteiro, dá para limitar a busca por país e região.

Site criado para dar espaço a classificados de emprego. Por mês são mais de um milhão de novas vagas.

Ofertas de trabalhos freelancer, o site oferece espaço para empregadores colocarem vagas.

Divulga vagas em universidades e projetos sociais.

Também com vagas temporárias, você pode mudar o site para a língua local.

Forte nos países europeus e sul-americanos, a ideia é que vários profissionais se encontrem e troquem experiências.

O forte são vagas em multinacionais e empresas de grande porte.

Site focado para quem procura emprego por pouco período, férias ou sazonais.

Maior rede social profissional do mercado. Já falamos aqui o quão importante é o LinkedIn (tendo você ou não) na procura de emprego. Aproveite para ver como procurar emprego por lá neste post.

Com oportunidades para estágios e freelancers, o site tem cobertura em mais de vinte países.

 

 

Veja também:

 

Facebook   Nosso grupo   Twitter   LinkedIn Youtube

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Beatriz Bravo

Redatora, viajante e comilona. Formada em Comunicação Social pela PUC-SP.

Artigos Relacionados