Por que você precisa conhecer o MBA Atlântico

Há alguns dias me deparei com um programa de MBA altamente desafiador que me chamou muito a atenção pelos diferenciais oferecidos. Fiquei curiosa e fui conversar com o Prof. Nuno Corte-Real, Diretor Executivo do programa e fiquei encantada com o que ele me apresentou. O MBA Atlântico não só é reconhecido internacionalmente, como também é o único programa de MBA totalmente ministrado em português e com tripla diplomação. Além disso, é também um dos poucos programas no Brasil cuja validade é internacional.

O que é e como funciona o programa

Uma das coisas que mais me chamou a atenção no MBA Atlântico é a valorização da cultura lusófona e a convivência com a diversidade que essa cultura abrange. São três meses em cada um dos países que tem o português como língua mãe: Portugal, Brasil e Angola. Os alunos têm ainda a oportunidade de estudar em período integral em uma sala de aula que apresenta diversidade em todos os sentidos. O curso todo tem o apoio de três universidades de ponta: a Universidade Católica do Porto, em Portugal, a Universidade Católica de Angola, em Luanda e a PUC do Rio de Janeiro, naquela cidade que sempre foi e continua linda.

Ao todo, são 700 horas de aulas, seminários, visitas de estudo, relacionamento com empresas parceiras do programa e encontros com personalidades do mundo acadêmico e empresarial.

A seleção acontece este ano, em setembro, e é composta por três etapas: análise curricular, entrevista do candidato e um teste. E se você está preocupado com o investimento, temos mais uma excelente notícia: existe um programa de bolsa que pode ser de 25%, 50%, 75% ou 100% (!), atribuídas por mérito. As aulas para a próxima turma começam em janeiro de 2019, mas fique atento, pois o programa MBA Atlântico não acontece todo os anos, ou seja, se você perder essa chance, somente poderá tentar de novo para a turma de 2021. Fique de olho no site do MBA Atlântico para saber as datas da seleção na sua cidade.

Como foi ingressar no programa MBA Atlântico?

A Monyse Almeida, que está escrevendo este artigo comigo, fez o programa de MBA Atlântico e ninguém melhor do que uma ex-aluna para ilustrar a fundo essa experiência em passar por três países. O depoimento dela vai, no mínimo, despertar a curiosidade de quem está procurando uma experiência diferente, intensa e completa.

“Não tenho dúvidas de que falar da minha experiência no MBA Atlântico nunca vai se limitar à racionalidade e ao pragmatismo. Dizer que o MBA me empoderou com ferramentas de gestão, administração e liderança com olhar macro e micro de realidades e mercados, já que as aulas são de Marketing, Finanças, Estratégia etc., é uma parte.

O MBA Atlântico é também isso, mas não é SÓ isso. O programa é intenso e desafiador. Sabe aquela sensação “zona de conforto, essa desconhecida”? Pois bem, é a sensação quase que diária.

O MBA é diverso em sala de aula, é falado e experimentado por colegas de diversos países, de diversas regiões, é a língua portuguesa em seus sotaques, cadências, referências, formações, olhares de mundo… conviver com a diversidade em seus mais variados aspectos é o que o torna o Atlântico tão único.

Haja inteligência emocional, amadurecimento e trabalho de grupo em condições adversas. São essas habilidades que o século XXI clama e que, infelizmente, não cabem nos livros. É preciso se lançar ao desafio, se colocar à prova. Porque morar em 3 continentes durante um ano, permitir se adaptar, conhecer, mergulhar a fundo na experiência é uma questão de intenção e cabeça aberta.

Serviu para mim, 26 anos, solteira, advogada e empreendedora e serviu para Isabel, minha colega de sala, de quase 50 anos, mãezona de 6 filhos, farmacêutica que inovou em sua carreira.

Aprendi e me conheci muito. Dentro e fora de sala de aula. Valeu cada minuto. Hoje é só saudades de uma das temporadas mais incríveis da minha vida!

A Monyse gostou tanto da experiência que criou uma conta no Instagram para falar do programa MBA Atlântico e tirar as dúvidas de quem tem interesse no curso. Você pode entrar em contato com ela pela conta @fuso.luso (pode mandar DM) ou, se preferir, mandar um e-mail para [email protected] que ela responde com muito gosto.

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Flávia Stamato. Acompanhe também o instagram da Flávia.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos