TPV: o que está por trás da tensão pré-viagem

Acredito que todo mundo que tem alguma viagem marcada, além de uma grande expectativa, acabe sofrendo também de alguma (ou muita) ansiedade. Esse sintoma tem até nome e é conhecido como TPV (tensão pré-viagem). Podemos sofrer dessa ansiedade até mesmo em uma simples viagem de final de semana, porém, é mais normal que ela apareça em viagens mais longas e, principalmente, em viagens internacionais.

O que é a TPV

A ansiedade pode ser definida por um estado psíquico de apreensão e/ou medo, provocada pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa que possa vir a acontecer. Diz respeito a qualquer momento que tenhamos que sair da nossa zona de conforto, que nos leve ao encontro do desconhecido ou que nos cause grandes expectativas.

Viajar nos proporciona tudo isso, nos faz sair dessa zona de conforto, nos leva ao encontro deste tão temido ou desejado desconhecido, além de causar sempre grandes expectativas. Podemos ter medo do avião, medo de não saber se virar em uma língua desconhecida ou em um transporte público diferente, medo de chegar ao hotel e a sua reserva não estar lá, medo de passar pela imigração tão assustadora em alguns países, medo do dinheiro que levamos não ser o suficiente, entre outras situações. Além disso, existem também as imensas expectativas que criamos ao “fantasiar” com o nosso destino.

Essa ansiedade pode causar inclusive alguns sintomas físicos que acabam não tendo nenhuma explicação da medicina, são as somatizações. Dores, febres, alergias e alguns outros sintomas costumam aparecer em diversas situações de ansiedade. Eles não podem ser detectados em exames e nem em consultas e acabam por desaparecer assim que a ansiedade se dissipa.

A TPV normalmente está associada a algum estresse ou medo de que algo dê errado. Todos esses medos podem provocar insônia, taquicardia, dor de barriga, diarreia, corpo “empipocado”. Em cada pessoa os sintomas podem aparecer de uma maneira diferente e normalmente é reflexo de uma tensão ou pensamento obsessivo de que algo pode dar errado e acabe estragando ou prejudicando as férias tão sonhadas e planejadas. No caso da viagem, os sintomas tendem a desaparecer assim que chegamos ao nosso destino e vemos que criamos um monstro muito maior do que realmente era e aos poucos vamos nos sentindo mais familiarizados com o local.

O ser humano tem sempre a tendência de buscar pelo conhecido, pelo familiar, por algo que tenha alguma semelhança com o que está acostumado. Quando identificamos algum ponto de apoio nos locais que visitamos, algo com o qual sintamos alguma familiaridade, a ansiedade tende a ser controlada.

Entender que isso acontece e é normal, talvez te ajude na próxima vez que se sentir assim. Não deixe a ansiedade atrapalhar sua viagem!

Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Adriana Biem | A Psicóloga Viajante. Siga também o Instagram da Adriana.

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com