Bolsas de estudos no Japão: das escolas à paz mundial

Contraste. Essa é uma palavra que pode definir muito bem a vida no Japão. Em meio a um mar de gente, saltam as diferenças entre o tradicional e a ousadia, de modo que quem concorrer a bolsas de estudos no Japão, não se sentirá deslocado em seu próprio estilo ou desamparado quando o assunto é educação.

Bolsas de Estudos no Japão: inscrições abertas

De iniciativas invejáveis e uma forte presença em pesquisas e desenvolvimentos a nível global, aplicar para bolsas de estudos no Japão certamente é um investimento que se desdobra, tanto em benefício profissional, quanto pessoal.

Portanto, desmistifique os empecilhos que poderiam deixar de te levar para o outro lado do mundo, e conheça algumas oportunidades que estão com inscrições abertas.

Língua e Cultura Japonesa

Oferecida pelo MEXT – Ministério da Educação, Esportes e Tecnologia do Japão, a bolsa é direcionada a universitários brasileiros do curso de Letras, com habilitação em Língua Japonesa, com objetivo de fazê-los aperfeiçoar o conhecimento no idioma e cultura da terra do Sol Nascente.

Como requisitos, é preciso ser brasileiro (sem dupla nacionalidade japonesa); ter idades entre 18 e 29 anos (completos até 01/04/2017); estar cursando Letras, habilitado em Japonês, com bom conhecimento da língua; ter disponibilidade de embarque entre Setembro e Outubro de 2017; apresentar boa saúde física e mental; não ser militar nem ex-bolsista do MEXT.

A bolsa tem duração de um ano e as inscrições são gratuitas, com prazo até o dia 24 de Fevereiro. Entre os benefícios dessa oportunidade está o montante mensal de 117.000 ienes, passagem de ida e volta e isenção de taxas escolares.

Mais informações e o formulário de inscrição pode ser consultado através do site do Consulado Geral do Japão em São Paulo. O processo também pode ser realizado pessoalmente.

Treinamento para Professores

Também oferecida pelo MEXT, a bolsa em questão tem como alvo professores, orientadores pedagógicos, assistentes educacionais, diretores e demais profissionais da área, desde que voltados ao ensino infantil, fundamental ou médio.

Para concorrer à bolsa, será preciso ter idade de até 34 anos com nível acadêmico de magistério ou universitário. Além disso, deve-se comprovar experiência mínima de cinco anos como professor dos ensinos citados (rede estadual, municipal ou particular) ou áreas competentes à educação básica. Deverá ainda estar exercendo a profissão atualmente.

Em adição, será preciso demonstrar disposição em aprender a língua japonesa e desenvolver pesquisa no idioma, estando apto a embarcar em Outubro de 2017 ou data estabelecida pela universidade.

A bolsa tem duração de 1 ano e 6 meses, com curso de língua japonesa nos seis primeiros meses no país; seu valor é 143.000 ienes mensais, com benefícios como passagem ida e volta e isenção de taxas escolares.

Para se inscrever, acesse o site do Consulado Geral do Japão em São Paulo e realize sua inscrição gratuitamente até o dia 24 de Fevereiro. O processo também pode ser efetuado pessoalmente, comparecendo ao Consulado de sua localidade.

JFUNU Scholarships

Abrangendo todos os países da OECD, as bolsas da Japan Foundation for UNU estão de inscrições abertas a candidatos com dificuldades financeiras e que tenham sido admitidos para o mestrado Science in Sustainability Programme, do Instituto de Estudos Avançados em Sustentabilidade, da Universidade das Nações Unidas.

Como requisitos, além da admissão pela Universidade, o candidato à bolsa deverá comprovar forte interesse em assuntos sustentáveis; ser comprometido com os estudos e entender dos problemas globais; ter bacharelado ou equivalente de uma universidade reconhecida ou de instituição de educação superior nas áreas relacionadas à sustentabilidade.

Sobre os exames, deverá apresentar GPA de pontuação 3.5 ou mais, em uma escala de 4.0; e proficiência em inglês, comprovada por 600 pontos em TOEFL e 7.0 no IELTS.

As inscrições acontecem até o dia 28 de Fevereiro, e o valor da bolsa é de 150.000 ienes mensais para despesas diversas durante um período de 24 meses. A mensalidade é coberta integralmente pela bolsa, mas custos de visto, seguro e passagens aéreas são de inteira responsabilidade do estudante.

Para se inscrever e consultar mais especificações, basta acessar o site da United Nations University e clicar em Online Application Form.

Bolsas de Estudos no Japão

Foto: Zoe Zachary | Flickr

Rotary Peace Fellowships

Todos os anos, o Rotary Club seleciona 100 indivíduos de todos o mundo para receber bolsas acadêmicas com a finalidade de obter Certificados Profissionais de Desenvolvimento ou concluir um Programa de Mestrado, ambos relacionados a paz e a resolução e prevenção de conflitos.

Como opção, o bolsista poderá estudar em um dos seguintes países, contendo eles as chamadas “centrais da paz”: Estados Unidos, Japão, Reino Unido, Austrália, Suécia e Tailândia. No caso do Japão, a universidade em questão é a International Christian University.

As inscrições para essa bolsa deve ser realizada até o dia 31 de Maio, através da respectiva unidade do Rotary Club de seu estado ou município. O Rotary, por sua vez, deverá enviar o processo até 1º de Julho.

Antes de se submeter à candidatura, atente-se para requisitos como histórico acadêmico de excelência; proficiência em inglês adequada; experiência profissional relevante; habilidade e pensamento crítico; um tópico claro e relevante sobre suas intenções de pesquisa; comprometimento com a promoção da paz regional, nacional e global; e experiência internacional, a partir da vivência com novos idiomas e culturas.

Se considera-se elegível, acesse o Application fornecido pela universidade e obtenha informações mais completas através dos links disponibilizados.

Outras bolsas de estudo no Japão

Além das oportunidades citadas anteriormente, para pleitear por bolsas de estudos no Japão, há diversos meios pelos quais um estudante ou profissional já atuante no mercado de trabalho podem recorrer. Veja algumas opções.

Ministério da Educação: conhecidas como bolsas Monbukagakusho, ou MEXT, essa é a modalidade mais completa para quem deseja estudar no Japão. Através delas estão disponíveis opções em graduação, pós-graduação, pesquisa, técnico, idiomas e muitas outras.

Para obter informações mais detalhadas, o portal Study in Japan esclarece os passos até a obtenção da bolsa, e o site da Embaixada Japonesa também fornece um arquivo com todas as opções possíveis.

Bolsas provinciais: para quem não encontrou a bolsa ideal entre órgãos gerais do Japão, é possível procurar pela melhor opção em cada uma das províncias do arquipélago onde, das 47, 36 delas oferecem dois tipos de bolsa: ryugaku (estudar em uma universidade japonesa) e o kenshuu (estagiar em empresa japonesa).

Confira a lista atualizada das bolsas em vigor, através do arquivo disponibilizado pela ASEBEX, clicando aqui.

Gostou deste artigo? Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem

Booking.com