Coisas que aprendi e vivi em 80 dias de “pura vida”

Aprendi o significado de “Pura Vida” na primeira vez que fui à Costa Rica, pois todos utilizam como um olá, salut ou quando você pede uma informação. Cabe bem para muitas ocasiões, é quase um estilo de vida. Talvez por isso tenha virado um slogan que retrata o modo bonito de ser e viver do local e quando voce vai embora leva com você.

1- Acredita-se que fora introduzida no país por um filme mexicano da década de 50, num tom de comédia e logo transformada em linguagem habitual para representar alegria, satisfação, bem-estar, fé pela vida, prazer. Mergulhar nesse espírito é um prazer que se renova a cada dia.

2- Aprendi que é muito legal ter como parceiro de viagem e de vida, uma pessoa que entende de mapas ou gps bem mais que você, mas compartilha do desejo de viajar e se aventurar fora de roteiros convencionais.

3- Aprendi a alugar uma casa melhor que minha.

4- Que uma boa secadora de roupa é tudo, principalmente em época de chuva, pois nem sempre o tempo obedece as estações de ano.

Costa Rica tem basicamente duas estações definidas ao longo do ano. A estação seca, que ocorre entre dezembro e abril, e a estação das chuvas, que acontece entre maio e novembro.

Nos vulcões quase sempre chove, mesmo ali perto fazendo 35 ºC. E visitá-los é uma experiencia mágica!

5- Um dia com boas ondas será um dia muito bom também para você!!!

6- Quando for pedir informação no meio do nada para um local, quanto menos dentes ele tiver, mais rápido ele vai falar e menos você vai entender…

7- Quando pedir cerveza helada, você corre o risco de receber uma quente em um copo com gelo.

PS – Na Nicarágua ficamos com uma terrivel intoxicação alimentar, muito provavelmente por causa do gelo, de acordo com o médico cubano que nos atendeu lá.

8-“Havaianas, as legítimas, é o melhor calçado que existe, principalmente para quem quebrou o pé recentemente, mas elas nao duram como antigamente.

9- Alimento orgânico é realmente mais saudável e saboroso e uma carne abatida sem sofrimento também…

10- Um peixe ou camarão comprado diretamente do pescador é bem melhor que muita picanha. E não, comer carne não faz falta nenhuma. Para conhecer um lugar é preciso comer o que todos os locais comem.

A alimentação reflete hábitos e costumes, é a cultura do local. Não dá para ir ao Peru e não provar ceviche, ao Marrocos e não provar os tahines. Aliás, o ceviche do Peru é diferente do da Costa Rica.

11- Se um dia você teve a sorte e a felicidade de ter adotado um gato, muito provavelmente você vai adotar um em outras casas…

12- Trabalhar naquilo que você escolheu fazer é apaixonante e desafiador, mas não precisar trabalhar mais é muito mais!

13- Quando sua maior preocupação é escolher a cor do biquini você descobre que a vida é bela e pura!!!!

14- Nenhum por do sol é igual ao outro, contrariando alguns céticos.

15- Familia é bom, principalmente à distância…

16- Por mais que você pense estar estudando a língua local pelo aplicativo, o inglês ainda é universal principalmente, se você entra em alguma lojinha achando que seu BUENAS garante alguma coisa e a vendedora te responde: “may I help you”?

17- Não fazer quase nada também passa depressa demais… o tempo voa !

18- Um carro 4×4 e fundamental …é preciso economizar em outras coisas…

19- O Facebook é mesmo um vício praticado nas montanhas, nas praias, nas piscinas. Onde há sinal, há curiosidade, e às vezes seu único cordão umbilical com sua terra natal.

20- Supermercado é o mundo maravilhoso das compras em qualquer vilarejo…as aparências enganam…

21- Gandhi estava certo. Não existe caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho .

Aprendi que voce não vai a nenhum lugar, mesmo que seja o Caribe, para encontrar a felicidade. Você a leva aonde for, pois como a neurociência explica, a liberdade de estar ocioso é parte de estar contente (Andrew Smart), mas a outra parte você faz acontecer!

22- Não ter TV te lava a jantar mais cedo e consequentemente dormir mais cedo. Você aprende que há vida saudável sem a Globo por perto.

Enfim, já disse Amyr Klink um dia, porque um dia é preciso parar de sonhar, tirar os planos das gavetas e de algum modo começar. Às vezes para se encontrar é preciso ir, sem medo, sem fantasias, sem apegos. Mas, o problema é que depois é dificil parar…

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Ciça Cioffi.

Veja também:

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com