Considerado o exame de proficiência em inglês mais popular e reconhecido do mundo, o IELTS (International English Language Testing System) é capaz de abrir portas à quem pretende estudar, morar ou trabalhar em determinados países onde o exame é aceito.

Atualmente, são mais de 9.000 organizações – entre empresas, instituições governamentais e acadêmicas – em 140 países, que aceitam o IELTS como forma de comprovar os conhecimentos de cada candidato no idioma. O exame acontece de duas maneiras distintas, em diferentes datas e formas de avaliação.

O que é o IELTS?

O exame IELTS é utilizado como forma de mensurar a proficiência de pessoas que desejam estudar, viver ou trabalhar em território onde o inglês é tido como forma de comunicação primária.

Elaborado de forma justa e igualitária, um dos diferenciais que torna esse sistema o melhor do mundo é o fato deste evitar, com todos os cuidados, inclinar suas questões para um viés cultural, aceitando assim todas as variações padrão do inglês nativo – incluindo o inglês norte-americano, britânico, australiano e neozelandês.

No total, são disponibilizados dois tipos de IELTS, o Academic, voltado para estudantes de graduação, pós-graduação e em busca de emprego; e o General Training inclui aqueles que buscam o país de língua inglesa para estudo do idioma, experiências profissionais ou programas de treinamento.

Em adição, existe um terceiro tipo de IELTS, o UKVI, que consiste em direcionar um dos dois exames anteriores para quem estiver aplicando por um visto no Reino Unido – seja de trabalho, de estudo ou de residência permanente. Para tal, será preciso atender a notas específicas e um procedimento pré-estabelecido pelo Governo Britânico.

Essa modalidade britânica oferece ainda um último exame, o Life Skills, que consiste apenas em uma formalidade sobre o seu desempenho no idioma ao aplicar por um visto e não é aplicado em todos os países.

Como funciona

Em sua metodologia, os testes são aplicados em ambos os IELTS como forma de avaliar habilidades em listening (ouvir), reading (ler), writing (escrever) e speaking (falar) – dentro de duas horas e quarenta e cinco minutos. Todos os três primeiros componentes são realizados no mesmo exame, e mesmo dia, sem intervalos entre eles.

O teste de speaking, entretanto, pode ser realizado uma semana antes ou depois dos demais testes, a depender de aviso prévio da central onde se inscreveu para as provas. Como forma de apresentar os resultados, o sistema IELTS utiliza-se de uma escala entre 1 e 9 para designar desde os “não utilizadores” até o nível expert.

Veja como funciona cada segmento desse processo:

Listening

Com duração de 30 minutos, o candidato irá ouvir a quatro gravações de um nativo na língua inglesa, e então escrever a uma série de questões relativas ao que ouviu. Serão avaliadas a sua habilidade de entender as ideias principais, bem como detalhes das informações fornecidas, opiniões e atitudes dos personagens, e desenvolvimento de ideias a partir do que foi ouvido.

Reading

Essa etapa tem duração de 60 minutos e consiste em 40 questões, elaboradas com a finalidade de abranger habilidades de escrita nos mais amplos espectros. Para os que aplicarem ao IELTS Academic, serão disponibilizados três longos textos em linguagens descritiva, discursiva e analítica, retirados de fontes como livros, revistas, jornais e outros.

Para o IELTS General Training será avaliada a leitura a partir de trechos extraídos de livros, revistas, notícias, propagandas, manuais e guias. Essa será uma maneira de avaliar o entendimento da língua em um ambiente mais cotidiano e menos formalizado.

Writing

Também durando 60 minutos, essa etapa consiste em métodos específicos para cada IELTS. No Academic, candidatos a graduação, pós-graduação ou profissionais serão apresentados a um diagrama, uma tabela, um gráfico ou algo do tipo, e deverão descreve-los detalhadamente.

No IELTS General Training, serão tópicos de interesses gerais. Nesse caso, será apresentado a uma situação, e deverá escrever uma carta solicitando informações ou uma explicação sobre essa situação. A segunda fase será um resumo em resposta a um ponto de vista, argumento ou problema.

Speaking

Na última fase do IELTS, a duração será entre 11 e 14 minutos e o teste será gravado. Na primeira parte, o examinador avaliará sua capacidade geral através de questões sobre o realizador e sua família – onde você vive, onde trabalha e interesses gerais.

Na segunda, lhe será dado um cartão, pedindo para que fale de determinado assunto. Para concluir essa fase, o prazo dado é de um minuto para se preparar, antes de começar a falar; em seguida, o examinador fará uma ou duas perguntas sobre o mesmo tópico. A terceira e última parte é baseada em perguntas mais aprofundadas sobre a parte dois.

Realizando o exame IELTS

Foto: Divulgação British Council

Quem deve fazer

Ao contrário do que muitos imaginam, um teste de proficiência como o IELTS não está limitado somente àqueles que buscam pleitear uma bolsa de estudos no exterior ou outra finalidade acadêmica, mas também a quem pretende trabalhar ou dar entrada no visto de residência. Veja quem deve fazer em cada uma das oportunidades que o exame oferece.

Imigração

Abrangendo os países Austrália, Canadá, Nova Zelândia e Reino Unido, um bom resultado no IELTS torna-se evidência de que o indivíduo realmente está apto a aplicar, ou dar continuidade, a um visto de residência ou trabalho, vivendo assim como um cidadão comum no país.

Mais detalhes sobre cada um dos países participantes podem ser consultados através do site oficial do IELTS, bem como portais do governo local relativos ao país de interesse.

Estudo

Deve fazer o exame também aqueles que estão aplicando a uma vaga ou bolsa de estudos em instituições de ensino para graduação e pós-graduação. Nesse caso, o IELTS não fica somente restrito à universidades de língua inglesa, mas também àquelas onde determinados cursos são ministrados no idioma.

Para esse perfil, são recomendados os testes Academic e General Training, já listados acima. Ao finalizar o exame, candidatos podem selecionar até 5 instituições para onde os resultados serão automaticamente enviados, sem taxas adicionais. Através do portal IELTS é possível consultar quais universidades aceitam o teste.

Trabalho

Por fim, o IELTS também é requisitado para os que desejam trabalhar no exterior. Para essa modalidade, o teste recomendado é o General Training, onde insere o inglês no contexto prático do dia-a-dia, bem como tarefas do ambiente corporativo e situações sociais.

Costuma-se exigir o exame para registrar profissionais como médicos, enfermeiros, farmacêuticos, contadores, engenheiros, advogados, médico veterinários, bem como as áreas de finanças, construção, energia, aviação e turismo.

Ainda que existam algumas regras comuns, essa é uma modalidade bastante variável, de forma que cada empregador, profissão, país e jurisdição terá seus métodos para aceitar ou não o IELTS. Algumas empresas, inclusive, podem até mesmo aceitar a versão Academic do teste para contratar novos profissionais.

Para encontrar empresas e organizações que contratam novos colaboradores com o auxílio do teste, basta utilizar a ferramenta de busca disponibilizada no site do IELTS.

Como se inscrever?

Disponível em mais de 1.100 locais em todo o mundo, o IELTS possui locais e datas específicas onde o exame pode ser aplicado. Por isso, quaisquer outras instituições que não as credenciadas, não estão autorizadas a disponibiliza-lo.

Para começar o processo de inscrição, o candidato deverá primeiramente encontrar um local de teste mais próximo à sua residência, de acordo com a modalidade escolhida para realiza-lo. Veja as possibilidades:

Existe também a opção de efetuar essa reserva através do portal British Council, Cambridge English ou pela IDP Education.

Os exames ocorrem em datas fixas, 48 dias por ano no Academic e 24 no General. As etapas de Listening, Reading e Writing costumam acontecer às quintas-feiras ou sábados, e o Speaking no mesmo dia ou dentro de sete dias antes ou depois da prova escrita. As datas mais precisas podem variar de acordo com cada centro de aplicação do exame, sendo de extrema importância que o interessado esteja atento ao site oficial e efetue sua reserva com, no mínimo, cinco semanas de antecedência.

Relativamente aos custos, a taxa para realizar o IELTS é variável de acordo com o tipo de exame escolhido e podem sofrer reajustes sem aviso prévio. Para o IELTS regular (Academic ou General Training), o valor é de R$ 800; IELTS para UKVI, R$ 862 e para IELTS Life Skill, o custo é de R$ 647.

O pagamento deve ser realizado online por boleto bancário ou impresso e pago na instituição onde irá realizar o exame.
Gostou deste artigo? Acompanhe mais dicas também no Facebook e YouTube

Veja também:

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]

Sobre o Autor

Heloisa Von Ah

Apaixonada por cinema, gatos e tecnologia, descobriu que viajar também é indispensável. Percebeu que o mundo é bem maior que uma cidade do interior paulista e após mais de um ano em Portugal, aguarda a próxima aventura.

Artigos Relacionados