Salário mínimo nos Estados Unidos e a média de cada profissão

Um dos grandes motivadores para a imigração à terra do Tio Sam certamente considera os rendimentos atrativos que o país oferece, sendo referência entre os que procuram ganhar e poupar dinheiro trabalhando no local. Mas e quanto ao salário mínimo nos Estados Unidos? O quanto se ganha realmente é suficiente para tanto frisson?

Salário mínimo nos Estados Unidos em 2018

Ao contrário do que estamos acostumados, o salário mínimo nos Estados Unidos pode variar de acordo com os estados – sendo estes independentes -, desde que respeitem a determinação por lei estabelecida em US$ 7,25 por hora trabalhada. Porém, isso não é problema, uma vez que aproximados 30 estados norte-americanos praticam mínimos acima desta faixa.

Essa regulamentação, inserida através de um lei federal em 2009 foi o estopim para uma infinidade de protestos e insatisfações, que buscam até os dias atuais, elevá-lo para os US$ 15 a hora, beneficiando também imigrantes em condições de pobreza. Diante dessa onda de sindicatos e trabalhadores nas ruas, em greve, estados mais populosos como a Califórnia e Nova Iorque já criaram medidas para aumentar o piso salarial – alguns em aumento gradual para chegar a US$ 15/hora apenas em 2022.

Compre voos baratos para Nova York

Garçons

Para funcionários do ramo de serviços como garçons, por exemplo, o funcionamento difere. Isso acontece pelo costume norte-americano em oferecer gorjetas, as tips, o que pode elevar consideravelmente o salário destas pessoas. Neste caso, a lei federal permite limitar o salário mínimo das funções a US$ 2,13.

A lei do salário mínimo nos Estados Unidos também não estabelece um máximo de horas que o trabalhador, de modo geral, deve cumprir semanalmente, podendo este ultrapassar as 40 recomendadas. Entretanto, no caso de excedentes o empregador deverá remunerar o valor de cada hora de trabalho multiplicado por 1,5.

Onde se paga mais

Se está pensando em se mudar para o país com a finalidade de trabalhar e ganhar dinheiro, alguns estados se destacam no quesito salário mínimo, computando os maiores do país até o momento. Entre eles está a capital Washington D.C., onde já é praticado o mínimo de US$ 11,50 e a Califórnia, com US$ 10,50/hora – neste caso, cidades como São Francisco e Los Angeles já começaram o processo de implementação dos US$ 15/hora.

Há ainda estado de Massachussets, o qual estabeleceu o reajuste em US$ 1 anual até que o mínimo chegue aos US$ 15 (atualmente conta com US$ 11). Um candidato improvável também nessa lista é o Alaska, praticando o salário mínimo de US$ 9,84.

Connecticut apresenta o valor de US$ 10,10/hora juntamente com Rhode Island. Vermont equiparou-se à Califórnia, com o mínimo de US$ 10,50, maior até do que em Nova York, que paga US$ 10,40/hora. É possível conferir a lista completa no site do Department of Labor do governo americano.

Veja guia com todos os tipos de vistos para os Estados Unidos

Salário médio

Com base no levantamento realizado e atualizado constantemente pelo portal Payscale, reunimos algumas profissões comuns para que o comparativo em horas de trabalho seja mais eficiente. Veja o resultado.

Assistente Administrativo: para esses profissionais, a hora salarial média é de US$ 15,05 , sendo que 50% ganha entre US$ 13 e US$ 18/hora e o maior salário computado está em US$ 21,44 para a categoria. Anualmente, essa média representa um total de US$ 38.625.

Engenheiro de Software: a profissão atualmente possui salários que podem chegar a até US$ 60,77 por hora de trabalho, mas a média entre mais de 50% dos trabalhadores é de US$ 33,91/hora. Ao ano, o rendimento médio está em US$ 81.884.

Mecânico: para mecânicos automotivos a hora de trabalho foi observada a rendimentos entre US$ 10,22 e US$ 26,90 sendo que 50% dos trabalhadores ganha entre US$ 13 e US$ 22 por hora. Ao final do ano acumulam um valor médio de US$ 45.133.

Assistente de Enfermagem: para o cargo, os valores variam entre US$ 9,63 e US$ 15,53 por hora trabalhada, de modo que a média se encontra em US$ 11,68. Ao longo de um ano, esse valor médio passa a US$ 24.518, já considerando possíveis bônus.

Professor: para o ensino básico, os professores podem ter salários que variam entre US$ 9,99 e US$ 31,53, mas a média se mantem em US$ 16,27/hora. Anualmente, essa média fica em torno de US$ 43.938, já incluindo bônus, comissões e outros.

Veja como morar nos Estados Unidos

Diretor Executivo: para esse cargo, leva-se muito em consideração a experiência do profissional para estipular o salário, sendo que o menor rendimento computado foi de US$ 14,64 e o maior, de US$ 49,38. Em um ano, o salário seria de US$ 75.287, considerando a média horária de US 24.

Engenheiro Civil: sob a média anual de US$ 63.851, a hora aproximada de mais de 50% dos profissionais está em US$ 29, onde o rendimento máximo pode chegar a até US$ 41,19/hora, fechando o ano com US$ 99.046.

Designer Gráfico: para os designer, o rendimento também dependerá do grau de experiência, de forma que a hora de trabalho pode custar de US$ 11,53 a US$ 28,08. Anualmente, uma média de US$ 15/hora totalizariam US$ 42.078, já com a adição de benefícios diversos.

Fisioterapeuta: com salários de US$ 30,09 a US$ 49,39 por hora, a profissão é relativamente bem remunerada, mesmo para os que acabam de ingressar, sendo que a média firma-se em US$ 38,37/hora. Por ano, o profissional é recompensado em US$ 69.220 aproximadamente, por esse trabalho.

Recepcionista: entre recepcionistas, a hora trabalhada é de US$ 12,25, sendo o mínimo de US$ 9,58 e o máximo de US$ 16,52. Ao ano, o cargo rende a média de US$ 30.731.

Garçom: voltando à questão das gorjetas que observamos no salário mínimo nos Estados Unidos, os garçons e garçonetes recebem salários entre US$ 2,21 e US$ 10,88 por hora. Por outro lado, ganham entre US$ 0,99 e US$ 16,22 por hora somente em gorjetas, ultrapassando a média nacional em muitos casos. Computando salários, bônus e gorjetas, anualmente o cargo ganha a média US$ 23.148, podendo chegar a US$ 39.397.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Veja também:


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Melhores Hotéis e Hostels

Booking.com

Voos Baratos