O texto de hoje é uma dica valiosíssima para quem pretende viajar a turismo para a Espanha. Quando vamos para a Europa, é difícil resistir à tentação de adquirir produtos que são caros no Brasil, mas que por aqui são acessíveis (mesmo com o euro valendo quase 4 vezes mais!).
Os perfumes e aparelhos eletrônicos, como celulares e computadores, são os campeões na hora do turista fazer compras na Espanha e outros países europeus, pois os preços são realmente atrativos.

E saiba que, para melhorar ainda mais, existe a possibilidade de reaver parte do dinheiro gasto nas compras! Esse procedimento é conhecido como tax free, e mais abaixo você pode ver detalhes sobre como ele funciona.

Tax Free – Devolução do imposto (IVA)

Na Espanha há um imposto sobre todos os produtos e serviços, e essa taxa é conhecida pela sigla IVA (impuesto sobre el valor añadido).
Porém, quem não é residente no país não está obrigado a pagar integralmente o IVA, e, por isso, pode solicitar a devolução de até 15% do valor do imposto antes de voltar ao seu país.

As compras acima de 90,15 euros dão direito a esse procedimento, desde que os produtos ou serviços adquiridos sejam contemplados com essa medida, e desde que os estabelecimentos onde foram adquiridos ofereçam essa possibilidade ao cliente.

Grandes redes de lojas espanholas, como o El Corte Inglés, costumam oferecer o tax free, e lojas menores também, por isso, é sempre válido perguntar quando você fizer alguma compra.

O procedimento

Não é complicado solicitar a devolução de parte do IVA. O procedimento se divide em duas etapas: 1) na loja, durante a compra e 2) no aeroporto, no dia de embarcar de volta para casa.

No dia da compra, verifique se o local fornece o tax free e apresente seu passaporte original. A loja emitirá uma nota fiscal completa, com seu endereço no Brasil, e um recibo que te permitirá solicitar a devolução no aeroporto.

No aeroporto, antes de despachar sua bagagem, vá até a alfândega para apresentar suas notas tax free e, se solicitado, mostrar os produtos correspondentes. Feito isso, dirija-se à agência financeira indicada pela loja onde fez compras para receber o dinheiro previsto.
Nada de muita complicado, não é mesmo? Recebendo parte do valor desembolsado com as compras na Espanha sobra mais dinheiro para planejar seu próximo destino!

Para informações oficiais sobre o assunto, consulte o informativo da Agência Tributária espanhola.

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Gabriela Morandini. Acompanhe também o trabalho da Gabriela

Veja também:

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.

Sobre o Autor

Gabriela Morandini

Formada em Letras pela USP, é tradutora, revisora e redatora autônoma. Morou pela primeira vez fora do Brasil em 2013, quando passou 4 meses no México, e desde 2016 mora na Espanha. Escreve dicas sobre o país em sua coluna no Já Fez as Malas.

Artigos Relacionados