Em dezembro de 2017 o Já Fez as Malas? foi ao Marrocos à convite da STB, agência de intercâmbio e viagens que opera no Brasil.

O pacote oferecido pela STB é uma das muitas opções disponibilizadas pelo parceiro australiano, Intrepid Travel, que promove tours em grupos ao redor do mundo.

O foco dos pacotes da Intrepid é levar os viajantes a vivenciarem a cultura e tradições locais, por isso, em muitos casos o conforto e luxo são deixados um pouco de lado a fim de proporcionar uma experiência mais real do destino.

Neste tipo de pacote não há limite de idade, apenas o mínimo exigido de 18 anos.

Descobrindo o sul do Marrocos pela STB

O tour em questão foi o “South Morocco Discovery”, com duração de 10 dias, sendo o primeiro dedicado apenas ao encontro dos viajantes com o guia local para receber as instruções sobre todo o tour e os últimos dias para retorno ao ponto inicial.

Os pontos de parada deste tour foram, na respectiva ordem:

  1. Marrakech;
  2. Aroumd;
  3. Ait Benhaddou;
  4. Zagora;
  5. Acampamento no Saara;
  6. Taroudannt;
  7. Essaouira; terminando com o retorno a Marrakech.

[su_slider source=”media: 11576,11492″ target=”blank” width=”1920″ height=”1080″ title=”no” pages=”no” mousewheel=”no” autoplay=”0″ speed=”1000″]

Paradas realizadas ao longo da viagem. Fonte: Google Maps

O roteiro realizado

Um dos grandes destaques deste roteiro é ter a possibilidade de se hospedar em um Guite, acomodação típica do Marrocos e gerida por uma família local, andar de dromedário e acampar uma noite do Deserto do Saara.

Durante todo o tour o grupo tem à disposição uma van que leva de um ponto para o outro, intercalando com alguns momentos de caminhada leve a moderada.

Há pelo menos cinco horas dentro de um carro 4×4 off road (fora da estrada) para chegar até o acampamento no deserto e para sair dele em direção ao próximo destino. Em pelo menos duas situações é possível pegar “carona” com uma mula também, em vez de seguir o caminho a pé.

Tamegroute, no MarrocosTamegroute, no Marrocos / Foto: Nataly Lima

Praticar o inglês durante a viagem

Um dos grandes diferenciais deste pacote de viagem é o fato do tour ser feito todo em inglês. Logo, um entendimento intermediário ou avançado é o mais desejável para conseguir capturar as principais informações dos passeios e também conseguir interagir com mais facilidade com os outros viajantes, que são de diversas partes do mundo.

Neste tour específico a maioria era de origem inglesa, seguida de alemães, americanos e havia também um representante da Austrália. O guia era marroquino.

Caso o guia, que costuma ser local, também fale outras línguas, por vezes também é possível ter uma ajudinha quando não se compreende bem o que foi dito em inglês.

Para quem este tipo de viagem é recomendada

Este tipo de pacote é ideal para quem, por algum motivo, prefere companhia para um determinado destino ou deseja ter um roteiro totalmente organizado previamente, desde as acomodações aos passeios.

Cabras em cima das árvores de Argan, em Targant / Foto: Nataly Lima

O que está incluso no pacote e quanto custa viajar para o Marrocos pela STB

Aproveitando que vamos falar de dinheiro, fica a nossa recomendação para levar a moeda local (dirrã marroquino). O viajante não tem facilidade em utilizar outras moedas, como euro ou dólar.

Já sobre o pacote que explora o sul do Marrocos pela STB, os preços começam nos US$860 (valor praticado em janeiro de 2018), variando conforme a época do ano. Neste valor não está incluso:

  • seguro-viagem, que é obrigatório;
  • As passagens aéreas;
  • Outros passeios e atividades opcionais (normalmente giram em torno dos 100 DH a 250 DH cada);
  • Refeições além das listadas no roteiro (o gasto médio nesta viagem foi de 120 DH por refeição).
  • Transfer do/para o aeroporto: se reservado antes fica em torno de 10€. Reservando no hotel em Marrakech ou tentando um táxi por conta própria gira em torno dos 150 DH.

Além disso, para este tour em particular é sugerido um valor fechado para as gorjetas de toda a viagem (“tipping kit”), que é recolhido pelo guia nos primeiros dias. O valor total estipulado no tour que participamos era de 300 DH (30€) por pessoa e o valor restante foi devolvido no término da viagem.

Nos próximos textos deste especial é possível conferir todas as dicas de quem já fez o roteiro.

suco de laranja no MarrocosSuco de laranja é popular e barato no Marrocos / Foto: Nataly Lima

Quando ir?

O Marrocos tem temperaturas bem extremas, principalmente quando se trata de visitar o Deserto do Saara. Pode ser muito quente durante o dia e muito frio durante a noite. Como visitamos em uma época menos popular, em meados de dezembro, pudemos experimentar o inverno marroquino.

As casas são menos preparadas para o frio do que as que encontramos na Europa, por exemplo, por isso é bom estar preparado para temperaturas em torno dos 14º durante o dia e 7º durante a noite.

Esta também é uma das poucas épocas em que se vê chuva e neve por lá, sendo recomendável estar preparado para as mais adversas condições de tempo, mas nada para se apavorar ou adiar a viagem. Sabendo o que levar na mala para o Marrocos, com certeza a viagem será incrível da mesma forma.

Céu estrelado no acampamento no Deserto do Saara / Foto: Nataly Lima

Vale a pena comprar o pacote ou ir sozinho?

O pacote oferecido pela STB vale a pena especialmente para quem tem receio de visitar o Marrocos sozinho, por ter uma cultura e abordagens um pouco diferentes do que muitos estão acostumados.

Neste tour que tivemos a oportunidade de participar havia não apenas mulheres viajando sozinhas, mas também homens desacompanhados e casais que optaram por adquirir o pacote e viajar em grupo especialmente por conta da dificuldade de conhecer o país sem muito conhecimento sobre o local, uma vez que o trajeto não se restringe apenas a cidades muito turísticas e estruturadas.

Este tipo de pacote é indicado também para quem não quer o trabalho de organizar ou planejar praticamente nada durante a viagem. No caso desta opção, basta receber as informações básicas sobre o tour e aparecer no ponto de partida no dia e local combinados que todo o resto já está programado. Os demais detalhes são sempre passados pelo guia, que está presente durante todo o percurso.

Confira abaixo um vídeo promocional do roteiro. Lembrando que utilizando o código JAFEZ10 na STB é possível ter 10% de desconto na compra deste ou outro pacote!

Leia outros artigos desta série sobre o Marrocos:

Gostou deste artigo? Acompanhe mais dicas também no  Facebook e  YouTube

[su_service title=”Atenção” icon=”https://www.jafezasmalas.com/wp-content/uploads/2015/06/jfam-simbolo.png” size=”30″]Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.[/su_service]

Sobre o Autor

Nataly Lima

Natural de São Paulo, hoje tem a Europa como a sua base. É editora-chefe do "Já Fez as Malas?" e apaixonada por conhecer novas culturas, comer, viajar e contar histórias sobre esses e outros assuntos.

Artigos Relacionados