Que a Espanha é muito católica, todo mundo já sabe. No país, 70% da população afirma fazer parte dessa religião. Na cultura isso fica evidente: cerimônias como a primeira comunhão ou o casamento são os momentos mais esperados por muita gente, sem contar a abundância de nomes de santos ou com influência religiosa, como María, José, Ángel, Jesus, Glória ou Encarnación.

O apego à religiosidade faz com que seja preservada uma tradição no Natal na Espanha: a entrega dos presentes no dia 6 de janeiro em vez de ser no dia 25 de dezembro.

Dia dos Reis

Diferentemente de outras partes do mundo, onde o surgimento do Papai Noel levou as pessoas a entregarem os presentes em dezembro (no dia 25, indicado como nascimento de Jesus Cristo), na Espanha, as crianças esperam pelos presentes alguns dias depois, no Dia de Reis, já que foi somente no início de janeiro que os Reis Magos visitaram o menino Jesus e trouxeram oferendas para ele.

A figura do Papai Noel está presente no país, mas não é tão vangloriada quanto os Três Reis Magos. No dia anterior, 5 de janeiro, em muitas cidades espanholas, é celebrada a chegada deles: os pais levam seus filhos a algum ponto marcante da cidade, geralmente em frente de uma igreja, e, quando os reis aparecem, a criançada vai ao delírio: enquanto eles distribuem balas e outros doces, elas querem apertar suas mãos, abraçá-los e serem pegas no colo.

A celebração da chegada dos reis é feita em uma carreata, e eles desfilam em carruagens ornamentadas. A versão moderna dessa carreata conta, cada vez mais, com personagens de desenhos animados e filmes da moda, que são representados por pessoas fantasiadas ou bonecos.

Esse encontro com os reis é a oportunidade para que as crianças possam pedir os presentes que querem ganhar. Depois, à noite, muitas ainda seguem a tradição de deixar os sapatos ou meias na sala, junto com uma oferenda (geralmente, um doce) no local onde os Reis devem deixar os presentes. No dia seguinte, 6 de janeiro, as crianças despertam para, finalmente, abrirem o que ganharam de Natal.

Há ainda uma última tradição de Natal na Espanha ligada aos Reis Magos: comer o Rosco de Reis no café da manhã, uma espécie de pão doce com recheio de creme e adornado com frutas coloridas que remetem às pedras preciosas que enfeitam as roupas desses três personagens.

Este conteúdo é de total responsabilidade do autor da coluna Gabriela Morandini. Acompanhe também o trabalho da Gabriela

Veja também:

Atenção Atenção
Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.
Os comentários não representam a opinião do site e nem nos comprometemos em respondê-los; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Sobre o Autor

Gabriela Morandini

Formada em Letras pela USP, é tradutora, revisora e redatora autônoma. Morou pela primeira vez fora do Brasil em 2013, quando passou 4 meses no México, e desde 2016 mora na Espanha. Escreve dicas sobre o país em sua coluna no Já Fez as Malas.

Artigos Relacionados