4º país mais seguro do mundo: crimes violentos continuam a diminuir em Portugal

Um dos motivos mais fortes para a saída dos brasileiros do país de origem é a escalada da violência. Nas pequenas, médias e grandes cidades a taxa de criminalidade tira o sono dos habitantes e parece ser impossível viver sem medo. Portugal tornou-se um dos destinos favoritos de quem decide imigrar justamente pela segurança que oferece, entre outras coisas. De acordo com o Global Peace Index, divulgado recentemente, é a 4ª nação mais segura do mundo, posição confirmada pelo relatório semestral do Sistema de Segurança Interna.

O boletim referente aos primeiros seis meses de 2018 dá conta que os crimes violentos diminuíram em 9,7% e há a expectativa de que a redução chegue a 10%. Esse número inclui homicídios, latrocínios, assaltos à mão armada e sequestros. A descida mais expressiva foi na ação dos “batedores de carteiras”, reduzida em 12%. O relatório aponta o reforço policial nas ruas como a principal razão para a queda.

De acordo com o jornal Diário de Notícias, outro aspecto que refletiu nos números gerais de criminalidade foi a redução dos assaltos a caixas eletrônicos. Só em maio do ano passado, foram registradas 22 ocorrências do tipo. No mesmo mês deste ano, não houver qualquer registro. A diminuição da prática é resultado de uma ação conjunta entre o Sistema de Segurança Interna, Procuradoria Geral da República e Polícia Judiciária. Com a prisão de suspeitos, várias quadrilhas foram desarticuladas com eficácia.

Cuidado nunca é demais

Apesar dos crimes violentos não serem uma “tradição” no país, conhecido pela sua pacificidade, os turistas e recém-chegados devem ter atenção às fraudes, que aumentaram quase 50% só em 2017. O alerta vale, principalmente, para a reserva de alojamentos online, celebração de contratos de aluguel à distância e a contratação de falsos profissionais para tratar de vistos e processos de cidadania.

Os visitantes também devem ter atenção aos furtos de oportunidade, aqueles em que se facilita e “a ocasião faz o ladrão”. Cuidado com a bolsa e outros objetos de valor nunca é demais, especialmente em locais com grande fluxo de pessoas. Malas, computadores e câmeras também devem ficar guardados em locais seguros, nunca no carro, muito menos à vista de qualquer transeunte.

Acompanhe mais dicas no Facebook, Instagram e YouTube

Atenção: Este conteúdo é de exclusividade do Já Fez as Malas? e não pode ser reproduzido parcial ou integralmente sem autorização prévia. Caso queira referenciar o conteúdo abordado neste artigo, pode-se utilizar um link para a matéria.


Chip com internet nos EUA

Envie e receba dinheiro no exterior

Seguro Viagem

Booking.com